25 maio 2005 - 2h17

Torcida não gostou da contratação de Lopes

A torcida atleticana não recebeu bem a notícia de que Antonio Lopes é o novo técnico do Atlético. Isso é o que se extrai da manifestação dos torcedores através da Internet, que representam um pequeno extrato da imensa nação de um milhão de rubro-negros. Se por um lado a opinião dos atleticanos "digitais" não têm qualquer cunho científico, por outro é ao menos uma forma rápida e eficiente para se apurar a reação dos rubro-negros sobre os assuntos do dia-a-dia do clube. Na impossibilidade de consultar individualmente a todos os torcedores atleticanos, trata-se pelo menos de uma tentativa de investigar qual a média do pensamento do atleticano. Na maior parte das vezes, por coinciência ou não, os resultados representam fielmente o pensamento do restante da torcida. Na enquete atual da Furacao.com, com 1536 votos já apurados desde a publicação da notícia às 16h30 desta terça-feira, cerca de 77% dos participantes desaprovaram a chegada de Lopes. Aproximadamente 23% dos que votaram gostaram a contratação do experiente treinador. A enquete ainda está em andamento e você também pode participar – para isso, basta votar na capa do site.

Manifestações espontâneas

Além disso, o site recebeu diversas manifestações espontâneas de leitores atleticanos comentando a contratação de Lopes. A maior parte detém um tom de indignação. "Gostaria de expor a minha grande insatisfação com a noticia de que Antonio Lopes será o novo técnico do Atlético. Ele já esteve aqui em um passado recente e nada provou", comentou Antonio Carlos Ferreira, 38 anos, de Quatro Barras.

Outros lembraram da recente passagem de Lopes pelo Coritiba. "Quando parecia que a coisa só podia melhorar, a diretoria do Atlético faz uma coisa dessas?! Como o cara comanda o quebra-quebra no vestiário do Arena num mês e no mês seguinte é o nosso técnico!?", escreveu Mario Augusto Maddalozzo, 28 anos, de Curitiba. O presidente do fã-clube do Atlético de São José dos Pinhais também mandou seu recado. "É esse mesmo que virou de bunda na decisão do ano passado contra nós no meio de campo para ganhar tempo, esse mesmo que deve ter mandado quebar o nosso vestiário para os visitantes. Isso é uma humilhação para nossa torcida e um desrespeito para quem comprou pacote", afirmou Rogério Bassa. Alguns preferiram não acreditar na notícia, tamanha surpresa. "Por favor, digam que não é verdade! Só de lembrar na final do ano passado quando ele se jogou dentro do campo, na Arena, e ficou de quatro. Ridículo…", lembrou João Marcos Ângelo, 46 anos, de Florianópolis.

Porém, houve também os torcedores que mandaram mensagens ao site demonstrando uma visão positiva sobre a contratação de Lopes. "Vamos fazer com que os atleticanos vão a campo pelo menos com esperança e o espírito positivo, sem negativimos. Vamos deixar o Lopes mostar o seu trabalho. Para isto, é necessário que nos comportemos de uma forma diferente do que quando da vinda do Casemiro Mior. Todos nós permitimos que ele fosse rejeitado antes de iniciar o trabalho. Isso não pode voltar a acontecer", afirmou Wellington Fonseca, 40 anos, de Curitiba.

Com rejeição ou não, o fato é que a notícia foi confirmada pela diretoria e Antonio Lopes passa a trabalhar como funcionário do Atlético já nesta quarta-feira, acompanhando a delegação no Paraguai para o decisivo jogo contra o Cerro Porteño. Para o bem do Furacão, resta-nos torcer para que ele tenha um bom desempenho e consiga conquistar a confiança dos torcedores. Outra coisa diferente disso é esperar o fracasso do Atlético, o que ninguém deseja.

Análise dos colunistas da Furacao.com

"É um técnico disciplinador que sabe controlar o elenco. Mas não é um estrategista brilhante. Para o momento que vive o Atlético, preocupado em sair da zona de rebaixamento e com problemas disciplinares, é uma solução aceitável a curto prazo. Enfim, quem não tem Geninho, caça com Lopes."
(Silvio Rauth Filho, 29 anos, jornalista)

"Neste primeiro momento tenho certa dificuldade em considerar como aliado uma pessoa que faz muito pouco tempo acusou o Atlético de ter esquema com juízes, que possivelmente estava presente no local quando o vestiário da Kyocera Arena foi destruído e que ainda no início desse mês de maio, testemunhou (de forma até violenta e patrocinado pelo rival) contra o Atlético no TJD. Prometo que vou tentar torcer por ele. Não tenho outra alternativa."
(Sergio Surugi, 47 anos, professor universitário)

"O retorno de Lopes ao comando do Atlético não tem nada de aposta e nem está dentro de alguma margem de erro. Alguns classificariam de estupidez, já eu acho que a diretoria está totalmente perdida. É uma decisão sem sentido."
(Jones Rossi, jornalista – clique aqui para ler mais)

"Por mais difícil que seja assimilar a chegada de Lopes, não é hora de sistematizar críticas a quem quer que seja. O momento no Campeonato Brasileiro é delicado e qualquer outra grande onda vai fazer virar o barco que navegamos. Se não temos Geninho, treinador esperado por todos, temos alguém com livre trânsito na CBF e que conhece muito bem os atalhos dos bastidores, onde o futebol é mais disputado do que dentro de campo."
(Sérgio Tavares Filho, 25 anos, jornalista – clique aqui para ler mais)

"Rodadíssimo, com todo o tipo de experiência no futebol brasileiro, inclusive Seleção, pode ser um ponto de apoio na crise que o Atlético passa. Conhecedor de toda a malandragem do futebol, pode passar alguns conceitos importantes ao jovem elenco atleticano. Ficou para trás com o surgimento da nova geração de técnicos, sendo considerado por muitos, aos quais me incluo, decadente e antiquado. Mas nunca devemos subestimar o conhecimento de uma raposa como o Lopes. É muito querido em todos os clubes que passou, inclusive no Atlético. Pode levantar o ânimo dos jogadores e indicar bons nomes. Não é o melhor nome, não é quem eu queria e esperava, mas não é uma desgraça. Se a falta de experiência desqualificava os treinadores que estiveram no CAP em 2005 (Casemiro, Edinho), o que não falta em Lopes é cancha. Não é treinador para ser demitido em um mês."
(Juliano Ribas, 30 anos, publicitário)



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…