26 maio 2005 - 20h22

Classificado, hermanos!

O Atlético Paranaense está classificado para as quartas de final da Copa Libertadores da América. A vaga veio em Assunção, no Paraguai. Depois de perder no tempo normal por 2 a 1 para o Cerro Porteño, o Rubro-negro decidiu nos pênaltis a sorte. A vitória veio somente na última cobrança da série com Evandro. Alan Bahia, Fabrício, Baloy e Marín também marcaram e Diego defendeu a quinta cobrança do Cerro, chutada por Santiago. Na próxima fase da Copa Libertadores o Atlético enfrenta o Santos.

O Atlético começou a partida com boa chance de abrir o placar. Só que o meia Rodrigo não aproveitou o cruzamento da direita e cabeceou fraco. Aos seis minutos o Cerro abriu o placar. Júlio dos Santos driblou a zaga Rubro-negra e chutou no canto do goleiro Diego. Apesar do gol, o time brasileiro não se abateu e Lima achou o empate três minutos depois. Espínola falhou no recuou para o goleiro e o artilheiro atleticano chutou forte.

A partir daí o Atlético passou a jogar no contra-ataque e o Cerro Porteño explorou as laterais do campo. Só que foram pelas bolas paradas os principais lances dos paraguaios. Diego teve que fazer duas boas defesas para impedir a vantagem adversária. O que o goleiro não conseguiu evitar foi o bom chute de Santiago, aos 38 minutos. Ele recebeu dentro da área e, marcado por Cocito, colocou de novo o Cerro na frente. A chance do segundo gol atleticano foi desperiçada por Marín. Na boa jogada pela esquerda o lateral não teve calma para finalizar e mandou uma bomba para fora.

No intervalo o técnico Borba Filho colocou Durval no lugar de Marcão. O time atleticano voltou a jogar defensivamente e em duas vezes a trave salvou o Rubro-negro de levar o terceiro gol. Enquanto o Cerro tentava de todas as maneiras se infiltrar na zaga adversária, os brasileiros se defendiam como podiam.

Depois que Evandro entrou em campo as jogadas do Atlético passaram a ser mais conscientes. Só que a falta de um bom finalizador prejudiou o desenvolvimento do time. Já no fim do jogo, Aloísio entrou em campo no lugar de Lima e incomodou um pouco o Cerro Porteño. Bem administrado, o time consegui segurar os paraguaios e levar a decisão para os pênaltis.

Os pênaltis

O sofrimento do Atlético só terminou depois que Evandro bateu o último pênalti da série. Antes disso, oito cobranças foram realizadas: quatro convertidas pelo Cerro (Inca, Grana, Julio dos Santos e Sarábia) e quatro do Atlético (Alan Bahia, Fabrício, Baloy e Marín). Só na quinta cobrança, Santiago chutou no canto e Diego fez uma espetacular defesa. A responsabilidade da vaga sobrou para o meia Evandro, que chutou forte e garantiu o Furacão na próxima fase. Pela primeira vez um clube paranaense está classificado nas quartas de final da Copa Libertadores.

Principais lances do primeiro tempo

4 min – Rodrigo perde a chance de abrir o placar depois do cruzamento da direita
6 min – Julio dos Santos faz a festa na zaga e marca o primeiro do Cerro
9 min – Espínola falha e Lima aproveita para empatar a partida
22 min – Fretes cobrou falta com perigo e Diego defendeu
27 min – Cartão amarelo – Espínola
30 min – O Cerro quase faz o segundo na cobrança de falta. Diego espalma e Marín manda para escanteio
30 min – Na cobrança do escateio, Diego sai do gol e na cabeçada a bola bate no travessão
32 min – Cartão amarelo – Grana
33 min – Cartão amarelo – Marín
38 min – Santiago recebe na área e faz o segundo do Cerro
42 min – Marín perde a chance de empatar após receber na grande área. O chute foi para fora
47 min – Cartão amarelo – Lima
48 min – Fim do primeiro tempo

Principais lances do segundo tempo

Intervalo – Sai Marcão entra Durval
6 min – Falta para o Atlético perto da área. Rodrigo chuta na barreira
11 min – Dos Santos fez boa jogada mas foi desarmado dentro da área
16 min – O Cerro quase faz o terceiro. A bola bate na trave
21 min – Sai Rodrigo entra Evandro
24 min – Espinosa cabeceia na trave
26 min – Santiago cabeceia e Diego espalma para escanteio
32 min – Evandro cabeceia uma bola por cima do gol do Cerro
35 min – Linha de passe na zaga do Atlético e mais uma chance do Cerro desperdiçada
39 min – Sai Lima entra Aloísio
44 min – Aloísio chuta colocado, por cima, e quase empata
47 min – Fim do jogo

Pênaltis

Cerro – Inca cobra e marca
Atlético – Alan Bahia faz o primeiro do Atlético
Cerro – Grana faz o segundo do Cerro
Atlético – Fabrício deixa tudo igual
Cerro – Julio dos Santos chuta e faz o terceiro
Atlético – Baloy faz o terceiro do Atlético
Cerro – Sarábia cobra e faz o quarto
Atlético – Marín deixa a série de cobranças em igualdade
Cerro – Diego defende a cobrança de Santiago
Atlético – Evandro marca o quinto gol do Atlético.

%ficha=424%



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…