26 maio 2005 - 22h15

Evandro marcou o gol decisivo nos pênaltis

Quando foi convocado para a Seleção Brasileira Sub-20 para a disputa do Mundial da categoria, o meia Evandro viveu emoções contraditórias. Alegria por ser reconhecido como um dos melhores meio-campistas de até 20 anos do país, mas tristeza por não poder participar de jogos decisivos do Atlético pela Libertadores da América.

Evandro se apresentou à Seleção na última segunda-feira e lá recebeu uma ótima notícia: a CBF autorizou a liberação dos jogadores de times que tinham compromissos pela Copa do Brasil e Libertadores. O meia atleticano viajou então para o Paraguai e se apresentou ao técnico Borba Filho ontem, na véspera da partida.

Mal sabia ele que seria um dos heróis da classificação rubro-negra. Evandro substituiu Rodrigo aos 21 minutos do segundo tempo e renovou o fôlego da meia-cancha. Na disputa por pênaltis, coube ao jovem jogador, de apenas 18 anos, a responsabilidade de cobrar o quinto e último tiro da primeira série. Com a defesa de Diego na cobrança imediatamente anterior, a decisão ficou a cargo de Evandro. Ele bateu do lado direito do goleiro, com categoria, e decretou a classificação atleticana.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…