27 maio 2005 - 18h47

Paysandu não aceita a devolução do volante Jairo

Atlético e Paysandu prometem travar uma batalha nos próximos dias por causa do volante Jairo. O motivo é que nem o Rubro-negro paranaense nem o Papão aceitam ficar com o jogador. De acordo com a diretoria do Paysandu, na vinda do atleta para Curitiba estava previsto um período de três meses de adaptação, que venceu no dia 30 de março. Após esse tempo, o Atlético poderia ou devolver o jogador ou efetivar o empréstimo até o fim do ano.

“Ele (Jairo) tem contrato com o Atlético Paranaense até o final do ano e jogou tanto no período de avaliação quanto depois. Então aquele período de estágio já passou. O que o Atlético tem de fazer é considerar o jogador como seu, devolver os 50% do Vanderson e não ficar cobrando do Paysandu a devolução do valor que foi pago em outubro do ano passado”, declarou o presidente do Papão, Artur Tourinho, em entrevista ao jornal Diário do Pará.

De acordo com Tourinho, no dia 31 de março o Atlético enviou um expediente comunicando que o atleta seria devolvido porque não havia sido aprovado no estágio. Para comprovar sua teoria, a diretoria do clube alvi-celeste quer provar que o Atlético usou o atleta mesmo depois do período de sua avaliação. "O jogador recebeu o salário de abril, atuou em duas partidas da Libertadores e ficou outras quatro partidas no banco. Participou também de sete partidas do Campeonato Paranaense", afirmou o presidente.

Passagem pelo Atlético

A afirmação de que o Atlético escalou Jairo em partidas após o dia 30 de março, porém, é inverídica. O último jogo dele com a camisa do Furacão foi no dia 23 de março, no empate por 1 a 1 contra o Nacional, válido pelo Campeonato Paranaense. O jogador atuou em apenas seis partidas do Atlético nesta temporada, todas pelo Campeonato Paranaense (contra Império, Londrina, Malutrom, Francisco Beltrão, Iraty e Nacional).

Ou seja, o presidente do Paysandu se equivocou quando disse que Jairo atuou na Libertadores da América. A confusão do presidente bicolor deve ter sido causada pelo fato de Cléo ter substituído Jairo ao final da segunda fase. Como entrou no lugar de Jairo, Cléo herdou a camisa 19 e, por isso, o site da Conmebol indicou que o camisa 19 do Furacão participou de duas partidas.

Jairo foi um dos primeiros reforços do Atlético para a atual temporada. Uma pancada no joelho tirou o atleta de algumas partidas do Estadual, quando o Atlético usava um time reserva, preparando o grupo principal para a Libertadores da América. Apesar do início irregular, ele esteve na relação dos jogadores inscritos no torneio continental. Mas o mau desempenho em campo acabou resultou na exclusão de seu nome da relação para as oitavas-de-final da competição, dando lugar a Leandro.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Time voando baixo

Foi um “Passeio”, o time comandado por Eduardo Barros, deu aula… Os meninos Christian e Erick, comando meio de campo, Wellington o “maestro” regendo a…

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…