28 maio 2005 - 16h54

Zagueiro Adriano se apresenta na terça-feira

O zagueiro Adriano, de 25 anos, é o novo reforço do Atlético para a disputa do Campeonato Brasileiro. A diretoria rubro-negra ainda não confirma o negócio, mas já está tudo certo entre o jogador, seus empresários e as diretorias do Atlético e do Atlético Mineiro, clube que detém os direitos federativos do atleta. Adriano fará sua despedida do Galo no jogo deste final de semana contra o Corinthians. O Furacão tentou a liberação do jogador antes disso, mas o técnico Tite não aceitou porque não conta com jogadores para a posição (Edgar, Lima e Leandro Castán estão machucados; Henrique está suspenso). Marquinhos, ex-Corinthians, foi contratado nesta semana e o clube ainda tenta se reforçar com Cáceres, do Nantes. Por isso, o Galo decidiu emprestar Adriano ao Atlético até o final do ano, mas liberando o zagueiro apenas após o jogo deste final de semana.

Carreira

Natural de Ponte Nova, interior de Minas, Adriano começou sua carreira no futsal, atuando como pivô. Começou a jogar futebol de campo no América, clube tradicionalmente revelador de talentos. No final de 2003, o Furacão tentou sua contratação, mas o Atlético Mineiro acabou levando a melhor. Adriano jogou o Campeonato Brasileiro de 2004 pelo Galo e foi titular em diversas partidas. Neste ano, iniciou a competição como titular, mas não teve bom desempenho. Em cinco rodadas, marcou dois gols contra e passou a ser perseguido pela torcida – o que motivou inclusive sua saída do clube.

O jogador sabe que sofrerá muita pressão no seu último jogo pelo Galo, mas espera ter tranqüilidade para superá-la. “O time está com deficiências na defesa e, com os dois gols contra que tive a infelicidade de fazer, a culpa acaba caindo sobre mim. Mas essa pressão é natural quando as coisas não vão bem em um time, principalmente em um grande clube como o Atlético. A saída pode ser boa também para minha carreira", disse, ciente de que sua passagem pelo Furacão será uma guinada importante. Adriano revelou que já avisou aos companheiros que trocará de Atlético na próxima semana. "O André Luiz é um grande amigo que fiz aqui no Atlético. Quando disse que iria para o Atlético Paranaense, ele foi um dos primeiros a me motivar. Ele disse que vai dar tudo certo e que é uma chance de ganhar experiência", comentou.

Depois de disputar seu último jogo pelo Galo no domingo, Adriano se apresentará ao Atlético Paranaense na próxima terça-feira. Ele chegará a Curitiba acompanhado de seu procurador, o ex-jogador Carlinhos Sabiá, que brilhou com a camisa rubro-negra no final dos anos 80 e início dos 90. Os direitos federativos de Adriano serão transferidos ao Furacão até 31 de dezembro de 2005. Os direitos econômicos do atleta pertencem ao América (25%), ao Atlético Mineiro (37,5%) e Grupo EMS Sigma Pharma (37,5%). No contrato de empréstimo, o valor dos direitos econômicos foi fixado em R$ 1 mi, com prioridade para o Furacão adquiri-los.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Time voando baixo

Foi um “Passeio”, o time comandado por Eduardo Barros, deu aula… Os meninos Christian e Erick, comando meio de campo, Wellington o “maestro” regendo a…

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…