29 maio 2005 - 20h11

Chega de sofrimento!

Seis rodadas, seis derrotas. Nem o mais pessimista atleticano poderia imaginar um início de Campeonato Brasileiro tão ruim para o vice-campeão da temporada 2004. Neste domingo, o Atlético seguiu sua sina neste Brasileirão 2005: jogou mal e perdeu mais uma vez. O algoz foi o líder isolado da competição, o Botafogo, mas nem isso conforta a torcida atleticana. Mesmo jogando diante de sua torcida, na Arena Petrobras, o adversário se mostrou frágil e o Atlético teve grande oportunidade para dominar a partida, mas faltou qualidade técnica aos jogadores. Nem a estréia do técnico Antonio Lopes nem as alterações promovidas pelo treinador e muito menos o retorno à formação com três zagueiros foram capazes de dar a vitória ao Furacão.

A tragédia começou com menos de um minuto de jogo, em falha de Cocito que gerou um escanteio para o Botafogo. Na cobrança, ainda aos 53 segundos, Rafael Marques subiu totalmente livre, sem marcação alguma, e cabeceou para o fundo gol. O Atlético ainda tentou reagir, mas parou nos excessivos erros de Cocito, Leandro, Etto, Rodriguinho e Rodrigo, principalmente. Lima, isolado na frente, tentou resolver em jogadas individuais e chegou a cabecear uma bola na trave aos 22 minutos.

O time voltou para o segundo tempo com duas alterações: Fabrício e Aloísio nos lugares de Rodriguinho e Rodrigo. Melhorou, mas ainda foi muito pouco do que o Atlético é capaz de produzir. Para piorar, o Botafogo ampliou o marcador em uma jogada de contra-ataque. Depois de ótima troca de passes na área atleticana, Alex Alves fez o corta-luz e Almir bateu com categoria para decretar a vitória alvinegra.

O Atlético ainda tentou diminuir. Lima foi a principal figura ofensiva. Aos 24 e aos 25, o atacante deu ótimos passes para os laterais Leandro e Etto, mas ambos concluíram na rede pelo lado de fora. Aos 34, Etto cruzou e Aloísio cabeceou, mas Jefferson fez uma defesa incrível. Depois, Lima driblou três adversários e arrematou de fora da área, mas Jefferson defendeu com firmeza.

O resultado foi ótimo para o Botafogo, que alcançou a liderança isolada do Brasileiro com 15 pontos. O Atlético permanece na última colocação, com 0 ponto. Mesmo que vença na próxima rodada, o Furacão não conseguirá deixar a lanterna, já que o penúltimo colocado já tem 4 pontos ganhos. Pelo Brasileiro, o time volta a campo no próximo dia 12 de Junho contra o Figueirense, na Kyocera Arena.

%ficha=425%

Melhores lances de Botafogo 2 x 0 Atlético

Primeiro tempo
01 min – Logo a 53 segundos de jogo, Alex Alves cobra escanteio da direita e Rafael Marques sobe livre para cabecear para o gol.
03 min – Caio recebe cruzamento da direita e quase marca, mas Diego intercepta.
08 min – Almir arrisca de longe e Diego espalma para escanteio.
09 min – Em primeiro bom ataque atleticano, Rodriguinho tenta cruzar pela esquerda e Almir manda para escanteio.
10 min – Ticão aciona Rodrigo na esquerda. Ele bate cruzado, mas para fora.
18 min – César Prates cobra falta com perigo, mas Diego faz boa defesa.
22 min – Em escanteio da direita, Lima cabeceia e manda na trave.
26 min – Rodrigo tabela com Cocito e recebe na área, mas chuta por cima do gol de Jefferson.
34 min – Lima arrisca de longe, mas chuta fraco e Jefferson agarra.
40 min – Lima e Etto fazem boa tabela pela direita. Lima invade a área e bate cruzado, mas Jefferson intercepta o cruzamento.
45 min – Leandro fica com sobra no meio-campo e chuta muito longe do gol, desperdiçando chance que poderia ser boa.
46 min – Fim do primeiro tempo.

Segundo tempo
07 min – Lima rola para Fabrício, que chuta muito longe do gol.
12 min – Fabrício cruza da esquerda e Aloísio cabeceia rente à trave.
17 min – Botafogo faz linha de passes na área do Atlético e Almir recebe livre na esquerda. Ele bate cruzado e a bola ainda toca na trave antes de entrar.
19 min – Fabrício cobra falta de longe, mas Jefferson faz fácil defesa.
21 min – Em cobrança de falta, Fabrício cruza para a área e Lima cabeceia com perigo.
24 min – Lima faz boa jogada pela direita e cruza. Leandro cabeceia na rede pelo lado de fora, perdendo grande chance.
25 min – Lima faz outra boa jogada e lança Etto. Ele invade a área e bate na rede pelo lado de fora.
33 min – Fabrício chuta fraco e Jefferson defende.
34 min – Etto cruza da direita e Aloísio cabeceia. Jefferson faz uma defesa espetacular.
35 min – Leandro cruza e Aloísio cabeceia sem direção.
38 min – Lima faz jogada individual, passa por três e chuta forte, mas Jefferson defende.
47 min – Fim da partida.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…