11 jun 2005 - 18h11

Ainda bem que foi de portões fechados

Quem não pôde ir não perdeu nada. Atlético Paranaense e Figueirense fizeram uma das piores partidas até agora do Campeonato Brasileiro. Com os portões fechados por causa de uma punição imposta pelo STJD, o Rubro-negro não conseguiu vencer pela primeira vez e ainda amargura a lanterna da competição. O Figueirense também está na área de risco do rebaixamento. O jogo começou num bom ritmo para o Atlético. Aos quatro e cinco minutos o Rubro-negro teve duas ótimas chances de abrir o placar. Na primeira o volante André Rocha recebeu na entrada da área mas errou a pontaria. A bola foi para fora. Em seguida o atacante Lima fez boa jogada pela esquerda e chutou em cima do goleiro Edson Bastos. No rebote Aloísio não conseguiu completar.

Aos poucos o Figueirense equilibrou a partida e passou a dominar o meio-campo. As principais jogadas dos catarinenses eram de bola parada. Numa falta cobrada perto da grande área, Paulo Sérgio mandou uma bomba que passou muito perto do gol de Diego. A resposta do Atlético veio de novo com André Rocha. No passe de Durval, ele disperdiçou mais uma boa chance. Aos vinte e nove minutos foi a vez de Lima errar uma conclusão. Ele passou por dois marcadores mas não foi feliz na hora de chutar ao gol. A bola, fraca, foi para fora.O outro lance de perigo no primeiro tempo foi de Edmundo. Ele recebeu em posição duvidosa e chutou a bola com perigo ao gol de Diego.

Monotonia

O segundo tempo de Atlético e Figueirense foi pra lá de monótono. Poucas chances de gol, muitos passes errados e a nítida falta de disposição dos jogadores. O time de Florianópolis assustava com Edmundo. O "Animal" era o homem base no ataque catarinense. Só que as principais chances do adversário eram barradas por Diego, o melhor jogador atleticano.

O Rubro-negro demorou mais de meia hora para chegar perto do gol do Figueira. Num contra-ataque puxado por Jancarlos, Lima tentou a conclusão, mas chutou muito fraco. Depois disso o jogo esfriou novamente e o goleiro atleticano precisou fazer novas intervenções para evitar a sétima derrota consecutiva do Furacão no Campeonato Brasileiro.

%ficha=427%

Melhores lances da partida

Primeiro tempo
4 min – André Rocha recebeu boa bola na entrada da área e chutou para fora
5 min – Lima passou pelo adversário e chutou em cima do goleiro. Aloísio tentou no rebote
17 min – Paulo Sérgio cobrou falta com perigo
23 min – Durval tocou para André Rocha. Ele quase fez o primeiro do Atlético
29 min – Lima passou por dois marcadores mas errou na finalização
40 min – Edmundo recebeu em posição duvidosa e quase marcou
46 min – Fim do primeiro tempo

Segundo tempo
7 min – Edmundo tocou para Nildo. Sozinho, ele perdeu uma boa chance de marcar
19 min – Edmundo recebeu lançamento na pequena área e Diego fez boa defesa
24 min – Diego fez nova boa defesa num chute forte de fora da área
31 min – Contra-ataque do Atlético. Jancarlos tocou para Lima, que chutou errado
35 min – Diego fez milagre e salvou o Atlético mais uma vez
47 min – Fim de jogo



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…