18 jun 2005 - 20h03

Valeu o esforço

O Atlético parece ter despertado no Campeonato Brasileiro. Apesar do empate por 1 a 1 contra o Flamengo, o time paranaense batalhou até o fim pelo resultado. Com um jogador a menos desde a metade do primeiro tempo, quando Durval foi expulso, o Rubro-negro soube segurar a bola e partir para o campo adversário na base do contra-ataque. O goleiro Diego também teve uma atuação destacada e segurou por diversas vezes os lances cariocas. Mesmo com o empate, o Furacão segue na lanterna da competição e agora tem pela frente o Fortaleza, no próximo fim de semana, em Curitiba. Antes disso o time enfrenta o Chivas Guadalajara, na quinta-feira, pelas semifinais da Copa Libertadores, em uma partida histórica e que deve lotar a Kyocera Arena.

O jogo

Quem começou a partida assustando foi o Flamengo. Diego teve trabalho para segurar os cariocas nos primeiros dez minutos. A resposta do Atlético veio com Fabrício. Ele cobrou uma falta com perigo e a bola bateu na trave direita do goleiro adversário. Aos 24 minutos o zagueiro Durval foi expulso infantilmente. Ele chegou com violência no atacante flamenguista e, como já tinha cartão amarelo, saiu de campo mais cedo. O Flamengo não soube tirar proveito da inferioridade numérica do Atlético e não foi para cima. Ao time paranaense restou esperar o intervalo para que o técnico Antonio Lopes organizasse taticamente a equipe.

E foi justamente isso o que aconteceu. Logo aos dois minutos finais, Fabrício acertou uma bela cobrança de falta da intermediária e colocou o Rubro-negro paranaense na frente. Lima teve a chance de ampliar sete minutos depois, mas chutou para fora. Na seqüência do jogo, começou a brilhar ainda mais a estrela do goleiro Diego. Obina chutou à queima-roupa e o número um atleticano fez excelente defesa.

A pressão do Flamengo aumentou depois dos 20 minutos. André Santos cruzou com perigo, Vinícius não conseguiu a conclusão e o Atlético se salvou de novo. O que não deu para salvar foi o pênalti marcado pelo árbitro paulista Wilson Luiz Seneme. Danilo encostou em Vinícius dentro da área e Seneme apitou a penalidade. Na cobrança de Renato, a partida ficou empatada.

Depois disso, houve poucos lances de perigo dos dois lados. O Atlético soube marcar muito bem na intermediária para evitar a virada carioca. Esse é o primeiro ponto do Furacão conquistado fora de Curitiba no Campeonato Brasileiro. O Atlético-MG, vice-lanterna, tem quatro pontos.

%ficha=429%

Principais lances do jogo

Primeiro tempo
9 min – Diego faz boa defesa depois da cobrança de escanteio
12 min – Fabrício cobra falta na trave
16 min – Diego espalma uma boa cobrança de falta de Renato
21 min – Obina cabeceia com estilo e Diego defende espetacularmente
24 min – Durval é expulso. Ele já tinha cartão amarelo e fez falta violenta
42 min – O Flamengo chega com perigo. A zaga desvia para escanteio
47 min – Fim do primeiro tempo

Segundo tempo
01 min – O Flamengo quase faz o primeiro. A bola é defendida por Diego e bate no travessão
02 min – Gol do Atlético. Fabrício acerta uma bela cobrança de falta
09 min – Lima fica cara a cara com o goleiro mas chuta para fora
16 min – Diego evita o empate. Obina manda de bico e o goleiro espalma
22 min – André Santos cruza com perigo, Vinícius não consegue a conclusão e o Atlético se salva
27 min – Chute cruzado de André Santos e Cocita afasta em cima da linha
30 min – Renato recebe de Vinícius e tenta o giro sobre Danilo. Nesse momento, ele é calçado e cai. Pênalti
31 min – Renato cobra bem e faz o gol de empate
43 min – Falta perigosa para o Flamengo. André Santos cobra mal
48 min – Fim do jogo



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Time voando baixo

Foi um “Passeio”, o time comandado por Eduardo Barros, deu aula… Os meninos Christian e Erick, comando meio de campo, Wellington o “maestro” regendo a…

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…