28 jun 2005 - 15h37

Viagem atleticana para o México durou 14 horas

A longa distância que separa Curitiba de Guadalajara não foi páreo para desanimar a delegação rubro-negra. A viagem começou às 13h de segunda-feira e só acabou às 5h de terça-feira no México (3h no horário curitibano). O trajeto foi realizado em um vôo fretado da empresa BRA, que levou apenas os jogadores, integrantes da comissão técnica, dirigentes e torcedores. Um vôo rubro-negro. Para melhor atender ao clube, a BRA providenciou uma reorganização das poltronas de modo que os atletas pudessem viajar mais confortáveis, a fim de evitar um desgaste ainda maior.

Durante o trajeto, houve paradas para reabastecimento em Manaus e em Curaçao. Depois do desembarque no Aeroporto Internacional de Guadalajara, os atleticanos seguiram direto para o hotel Hilton, a apenas 25 minutos. Cansados, os jogadores foram direto para os quartos e aproveitaram a folga para dormir durante toda a manhã. Confira alguns detalhes da viagem em notas distribuídas pela assessoria de imprensa do clube:

Fãs à bordo

Os torcedores que pagaram (US$ 1.300) para acompanhar o Atlético na viagem ao México puderam aproveitar bem a viagem. Eles puderam tirar fotos e conversar com todos os atletas atleticanos. Como estão hospedados no mesmo hotel da delegação (Hilton Guadalajara), os torcedores ainda terão a oportunidade de conviver com os jogadores atleticanos.

Apertem os cintos, o piloto sumiu!

Com a viagem longa, os atletas atleticanos tiveram a oportunidade de conhecer a cabine do avião e entender um pouco como funciona a pilotagem. O meia Fernandinho até brincou: "Quando eu me aposentar, vou ser piloto de avião". Em 2003, Fernandinho já teve a oportunidade de posar para fotos no cockipt de um carro da Fórmula Renault. Desta vez, brincou de comandar uma aeronave.

Fisioterapia aérea

O atacante Aloisio descansou no vôo para Guadalajara e também fez tratamento em sua coxa direita. O fisioterapeuta do clube, Luiz Martins, esteve ao lado do jogador em praticamente todo o vôo. Aloísio é dúvida para o jogo da próxima quinta-feira, mas garante que vai jogar.

Chegada no México

Os atletas do Atlético chegaram e já são atração na cidade de Guadalajara. Mesmo nem tendo saído do hotel, o assédio dos fãs foi grande na manhã de hoje. Todos os jogadores distribuíram muitos autógrafos para os torcedores.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…