14 jul 2005 - 11h51

Morumbi tem histórico ruim em decisão

Se tem motivos para ter confiança por seu retrospecto geral na Libertadores no Morumbi, o São Paulo precisa se preocupar com o histórico do estádio no jogo que vale a volta olímpica pelo torneio sul-americano.

Até hoje o maior campo paulistano teve quatro partidas da Libertadores em que ao final do confronto a taça foi entregue. Nesses duelos, só uma vez, com o São Paulo em 1992, o time mandante foi campeão.

O aproveitamento de 25% fica bem longe da média geral da competição. Quando a Libertadores da América foi decidida em duas partidas (algumas finais exigiram um duelo de desempate), quem fez o segundo jogo em casa foi campeão em 57% das vezes.

O próprio São Paulo não aproveitou seu estádio em 1994, quando caiu nos pênaltis diante dos argentinos do Vélez Sarsfield.

Impedidos pela Conmebol de jogarem a decisão em seus estádios, os dois sem a capacidade mínima exigida pelo regulamento, Palmeiras e Santos também se deram mal no Morumbi. Em 2000, o time do Parque Antarctica recebeu o Boca Juniors e também caiu nos pênaltis. Três anos depois, novamente o time de azul e amarelo veio ao Morumbi e não tomou conhecimento de um time paulista. Dessa vez a vítima foi o Santos, que em um Morumbi lotado perdeu por 3 a 1.



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…