18 jul 2005 - 11h01

Geninho é o novo técnico do Goiás

O técnico Geninho, campeão brasileiro pelo Atlético em 2001, foi contratado neste domingo à noite pelo Goiás. O time entrou em crise depois de perder para o Brasiliense em casa por 3 a 1. Diante disso, o técnico Edson Gaúcho foi demitido. Geninho estava trabalhando no Al Ahli, da Arábia Saudita, e queria voltar ao Brasil neste segundo semestre. Ele mesmo confirmou a ida para o Goiás. "Fizemos um acerto no final da noite de ontem. Vamos agora iniciar um trabalho aqui no Brasil. É um contrato inicial até o final do ano, com a opção de renovar por mais um ano. Eu me apresento hoje no final da tarde", disse Geninho em entrevista ao canal Sportv.

Geninho é um dos técnicos mais queridos pela torcida atleticana. Em diversas ocasiões, os rubro-negros já pediram o retorno do treinador ("Ah, que bom seria se o Geninho voltasse algum dia"). Há cerca de dois meses, isso esteve próximo de acontecer. Geninho era o nome mais cotado para assumir o comando técnico atleticano. Porém, ele ainda tinha contrato com o clube saudita e recusou a sondagem rubro-negra. Na ocasião, a Furacao.com entrou em contato com Geninho, que afirmou: "Já fui procurado por alguns clubes, mas tenho um compromisso até 30 de junho e não volto para o Brasil antes disso". O Furacão contratou, então, o experiente Antonio Lopes, que conduziu a equipe ao inédito vice-campeonato da Libertadores.

Na época da contratação de Lopes, alguns veículos especularam que Geninho poderia chegar ao clube em julho para o posto de técnico, passando Antonio Lopes a desempenhar a função de supervisor. A Furacao.com sequer divulgou esse boato em razão de um desmentido imediato do próprio Lopes e da diretoria atleticana. Com a ida de Geninho para o Goiás, essa hipótese cai por terra definitivamente.

Reencontro

A torcida rubro-negra terá a oportunidade de reencontrar Geninho no próximo dia 3 de agosto, data em que o Atlético receberá o Goiás na Kyocera Arena, pelo Campeonato Brasileiro.



Últimas Notícias

Opinião

E lá se vão 6 anos

O tempo passa. Completamos hoje 6 anos de Nikão no Athletico. Há exatos 6 anos recebíamos Maycon Vinicius Ferreira da Cruz, conhecido como Nikão. Quando…

Ao Sol e à Sombra

Caju

Dizem que onde o goleiro pisa, nunca mais cresce a grama. Mas no estádio Joaquim Américo, mesmo agora, com o gramado sintético, a grama é…

Fala, Atleticano

Pandemia x Pandético

Infelizmente em 2020 tivemos que conviver com esta pandemia, isolando jogadores e torcida, mas como reflexão sabemos que a cada dia que passa esta situação…

Fala, Atleticano

Planejamento

Alguns equívocos sucederam a saída de Thiago Nunes da equipe principal, razão pela qual da queda brutal no desempenho em campo, este recuperado parcialmente para…

Fala, Atleticano

O pior Atletiba que eu vi

Olha, foi “tenso” assistir o Clássico… Sóbrio , ver o jogo, nem pensar… Jesus, que “Show de Horrores” !!!! Uma equipe, tentando jogar apesar de…