23 jul 2005 - 18h43

Titanic atleticano

Chuva, frio, campo enlameado, cinco desfalques, equipe sem inspiração. A combinação de fatores negativos não poderia ser mais explosiva e o Atlético acabou sofrendo as conseqüências. No péssimo gramado do Estádio Pinheirão, o Rubro-negro foi derrotado pelo Paraná Clube por 2 a 0 e teve sua série de vitórias interrompida. Agora, o time corre o risco de retornar à zona de rebaixamento. O jogo foi decidido logo nos primeiros minutos. Cocito deu um carrinho na área e cometeu pênalti em Borges. O atacante bateu bem e colocou o Paraná em vantagem. Atrás no marcador e sofrendo com as terríveis condições do lamaçal que se tornou o campo do Pinheirão, o Atlético lutou, mas não conseguiu igualar a partida. O time da casa aproveitou o abatimento atleticano e teve chances para ampliar em bons chutes de longe de André Dias e Tiago Neves.

O Furacão só começou a jogar por volta dos 20 minutos, quando teve mais posse de bola e ameaçou especialmente em jogadas alçadas na área. Aos 26, André Dias cometeu falta violenta em André Rocha e foi expulso. Com um a mais, o Atlético aumentou a pressão. Aos 40, Alan Bahia empatou o jogo em uma cabeçada, mas o assistente paranaense Rogério Carlos Rolim assinalou impedimento. Logo depois, Evandro dominou na área e mandou para a rede, mas o mesmo árbitro voltou a marcar impedimento.

Expulsão derruba o Atlético

Mesmo tendo sido anulados, os gols renovaram os ânimos do Atlético. Antonio Lopes sacou o omisso Beto e colocou o já esquecido Dennys para reforçar o poder ofensivo do Atlético. Logo a 1 minutos do segundo tempo, Caetano arriscou de fora da área e Flávio fez ótima defesa, mandando a bola no travessão. Mas o lance que acabou sepultando as chances atleticanas aconeceu aos 8 minutos, no campo de defesa. Adriano fez falta em Borges e foi expulso. Depois disso, o Paraná equilibrou o jogo e o Atlético não teve forças para marcar seu gol.

Até tentou, mas esbarrou na apatia que tomou conta da equipe. Aos 12 minutos, o time chegou a acertar outra bola no travessão de Flávio, após quatro cobranças de escanteio seguidas. Mas o Paraná aproveitou um contra-ataque e, aos 26 minutos, chegou ao seu segundo gol através de Beto, explorando uma falha coletiva do sistema defensivo atleticano, que não conseguiu cortar um cruzamento dentro da pequena área. Nos acréscimos, Dennys e Neto se desentenderam e foram expulsos.

Com a derrota, o Atlético perde a chance de respirar aliviado na tentativa de escapar do rebaixamento. O projeto terá de ser adiado. Na próxima rodada, o time recebe o Vasco na Kyocera Arena, na quarta-feira.

%ficha=439%

Melhores momentos da partida

Primeiro tempo
2 min – Árbitro marca pênalti de Cocito em Borges.
3 min – Gol do Paraná. Borges bate o pênalti no canto superior esquerdo e Diego salta para o outro lado.
5 min – Daniel Marques desarma Evandro e puxa contra-ataque. Na conclusão, André Dias dribla Paulo André e bate por cima.
8 min – Tiago Neves chuta de fora da área e a bola passa perto do gol de Diego.
21 min – André Rocha cobra falta na área, Flávio corta mal e Adriano quase aproveita. Na seqüência, André Rocha cruza novamente e Finazzi cabeceia para defesa de Flávio.
22 min – Adriano recusa mal e Diego tem de se esticar para evitar o gol contra.
26 min – André Dias dá um carrinho violento em André Rocha e é expulso.
40 min – Fabricio cobra falta na área, Alan Bahia desvia de cabeça e faz o gol. Assistente Rogério Carlos Rolim anota o impedimento e árbitro anula o gol.
41 min – Alan Bahia lança na área, Evandro mata no peito na risca da pequena área, mas é desarmado na hora de chutar.
42 min – Evandro domina na área e marca o gol, mas o árbitro Rogério Carlos Rolim indica o impedimento e novamente o gol é anulado.
48 min – Fim do primeiro tempo.

Segundo tempo
1 min – Caetano arrisca de longe e manda uma bomba. Flávio espalma e a bola toca o travessão.
9 min – Mário César cobra falta de longe e Diego defende bem.
12 min – Depois de quatro escnteios seguidos, André Rocha cabeceia, Flávio desvia e a bola vai no travessão.
21 min – Paraná chega com perigo. Neto bate forte e Diego faz boa defesa.
25 min – Vicente chuta de fora da área, Diego espalma.
26 min – Gol do Paraná. Vicente cruza da ponta-esquerda, Beto, livre dentro da pequena área, cabeceia para o gol.
32 min – Vicente aproveita falha da zaga, escapa da falta e bate cruzado. Diego faz boa defesa.
38 min – Dennys arrisca de longe e Flávio defende.
48 min – Fim de jogo.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…