8 ago 2005 - 13h18

"Atléticos" disputam títulos em jogo on-line

O jogo de futebol virtual Hattrick tem uma verdadeira legião de times com nomes em homenagem ao Clube Atlético Paranaense. São pelo menos 11 clubes inspirados no Furacão da Baixada. Todos criados e comandados por atleticanos, mas que no universo virtual do www.hattrick.org tornam-se dirigentes, com poderes absolutos para contratar jogadores, definir o investimento nas categorias de base, aumentar o estádio, escalar o time, decidir o esquema tático e controlar o treinamento. Ou seja, além de bancar o Petraglia, o jogador de Hattrick precisa ser também um Antonio Lopes.

Um dos melhores atleticanos no jogo é o "Atlético Paranaense", comandado por Giuliano Gubaua. Ele é o terceiro mais bem classificado entre os 887 paranaenses que estão no Hattrick. No Brasil, são 16.349 pessoas cadastradas, cada uma controlando seu clube virtual. No Mundo, são 600 mil usuários. "É gratificante estar entre os melhores, pois o Hattrick é algo que envolve bastante planejamento, e creio que estou colhendo os frutos do meu planejamento de algumas temporadas atrás", comemorou Gubaua.

Além do "Atlético Paranaense", outros times que homenageiam o Rubro-negro da Baixada são o "Clube Atlético Paranaense", o "Atlético-PR" e o "Furacão F.C.", entre outros.

Para conhecer melhor o jogo, que é gratuito, clique no link e leia matéria publicada no Jornal do Estado.

Opinião

Para Giuliano Gubaua, o melhor do Hattrick é o desafio de enfrentar outros "cérebros humanos". "Ele segue uma lógica em que o jogo é pura estratégia, você monta seu time, o treino, vende e compra jogadores, aumenta o estádio, e o melhor de tudo é que você está jogando contra alguém real também, não é igual aos outros management games", diz. "Isso dá muita emoção ao jogo", afirma.

Segundo Gubaua, não é necessário ser um viciado para vencer no jogo. "Tanto faz se você fica duas horas por semana ou 30 horas. O efeito no jogo vai ser o mesmo", comenta ele. O atleticano também se dispõe a ajudar os iniciantes na tarefa de compreender ojogo. "Será um imenso prazer ajudar a maior torcida do Paraná no HT", avisa. "O que não vai faltar para quem entrar no HT é a ajuda de outros usuários. Todos aprendem assim", garante. "Eu já ensinei mais de 10 amigos da faculdade a jogar esse jogo", conclui.



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…