16 set 2005 - 1h27

Um novo time

Lesões, suspensões e rendimento abaixo do esperado foram os fatores responsáveis por uma mudança radical na escalação do Atlético para o próximo compromisso do Campeonato Brasileiro, diante do Internacional, no domingo. Sem poder contar com Paulo André (supenso), Alan Bahia (machucado), Fabrício (machucado), Ferreira (suspenso), Dagoberto (machucado) e Aloísio (machucado), o técnico Antonio Lopes se viu diante de uma oportunidade para mexer até mesmo no sistema tático da equipe. Sai de cena o convencional 4-4-2 e ressurge o 4-3-3, formação preferida pelos clubes brasileiros nos anos 80.

Desta vez, o setor menos afetado pelos desfalques é a defesa. Dos considerados titulares absolutos, apenas o zagueiro Paulo André não poderá enfrentar o Inter. Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, ele dá lugar ao seu melhor amigo no elenco atleticano: Juninho, também revelado nas categorias de base do Guarani. Formando dupla com Danilo, Juninho será titular do Atlético pela primeira vez. Por enquanto, ele jogou apenas 16 minutos com a camisa rubro-negra (nos instantes finais do último clássico Atletiba).

No meio-campo, a situação muda radicalmente. Dos titulares, apenas Evandro começará jogando. Alan Bahia e Fabrício estão machucados e sem condições de jogo. Já os jovens Douglas e Marcus Winícius foram preteridos por dois novos contratados, André Conceição e Cristian. O primeiro veio do Guarani, sem contudo sequer ter estreado pelo Bugre – antes ele estava no futebol ucraniano. "Pelo treino, vi que tenho chance de jogar. É uma experiência nova que vou viver aqui no Atlético, que é a de começar jogando. Estou preparado e quero dar o meu máximo", prometeu André. Já Cristian era um dos destaques do Paulista e deverá fazer sua estréia na mesma semana de sua chegada a Curitiba.

Na frente, Antonio Lopes pretende escalar três atacantes: Lima, Finazzi e Denis Marques. O goleador Lima atuaria mais recuado, ajudando o meio-campo e avançaria para se aproximar dos dois avantes típicos. Seria o retorno de Finazzi ao time titular, pois ele não começou jogando contra o Corinthians. Contando com esses atletas, o esquema tático mudaria para o 4-3-3. Os planos de Lopes, porém, podem ruir caso Lima permaneça contundido e seja vetado pelos médicos. Neste caso, Thiago Almeida começaria jogando na meia-cancha.

Por enquanto, o time cotado para jogar contra o Internacional é o seguinte: Diego; Jancarlos, Danilo, Juninho e Marcão; André Conceição, Cristian, Evandro e Thiago Almeida (Lima); Finazzi e Denis Marques.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…