12 out 2005 - 20h54

Parabéns, pequeno atleticano!

A maior, mais apaixonada e vibrante torcida do futebol paranaense é formada também por uma enorme geração de novos atleticanos. Torcedores mirins, que desde o berço aprenderam o quanto é bom e gratificante vestir com amor a camisa Rubro-negra e o quanto é recompensador e apaixonante ter sangue Rubro-negro.

Em 12 de outubro, comemora-se o Dia das Crianças. Para marcar a data, os pequenos torcedores atleticanos ganharam um presente especial, que fez os olhos brilharem mais e o coração bater ainda mais forte. Numa iniciativa do Departamento de Marketing do clube, 22 torcedores do Furacão, com idades entre 6 e 12 anos, puderam conhecer de perto toda a estrutura do Centro de Treinamentos Alfredo Gottardi e aproveitar momentos especiais ao lado de seus ídolos. Durante o passeio, eles ainda ganharam brindes do clube (bola para os meninos e um mascote do Furacão para as meninas) e concorreram a três camisas do Atlético. E o mais importante: todos saíram de lá com uma certeza – a de que torcer para o Atlético foi a melhor opção de suas vidas.

O fantástico mundo do CT do Caju

Olhinhos curiosos, que ao mesmo tempo demonstravam orgulho, paixão e surpresa. Essa foi a expressão constante durante todo o passeio. A estrutura do CT, considerado um dos melhores da América Latina, impressionou os pequenos atleticanos. Os campos de treinamentos, o mini-estádio e o novo hotel foram os locais que mais chamaram a atenção dos pequenos.

“Esse lugar é fantástico! Quero um dia voltar e treinar aqui”. Foi dessa maneira que Kayque Chorne, 12 anos, definiu o Centro de Treinamentos do Atlético. Assim como a maioria dos meninos de sua idade, ele sonha em um dia brilhar nos gramados – e, claro, jogar no ataque ou na meia-direita do Furacão. A inspiração não poderia ser outra: Dagoberto. “O Dago é craque, quero um dia poder jogar como ele”, sonha Kayque.

Kayque ganha autógrafo de Marin: seu sonho é um dia
ser jogador de futebol

Além de conhecer Dagoberto e todos os outros jogadores do time, ele e os demais visitantes do CT puderam até bater uma bolinha em um dos campos que existe no lugar. Uma troca de atenção e carinho que faz bem tanto para os torcedores, quanto para os atletas. “É sempre muito bom estarmos perto da torcida, uma boa oportunidade para sentirmos ainda mais o carinho e a paixão de todos os atleticanos”, afirma o atacante Denis Marques.

O ídolo bem pertinho

Aliás, foi Denis um dos protagonistas de uma das cenas mais emocionantes de todo o passeio. Com apenas 9 anos de idade, Alice Duck é uma torcedora-símbolo da nova geração de atleticanos. Com um ano e quatro meses aprendeu a cantar o hino do clube e hoje freqüenta todos os jogos do time na Kyocera Arena acompanhada dos pais e do irmão Bruno, de 12 anos.

Alice realizou, ainda, o sonho de conhecer seu ídolo,
o atacante Denis Marques

Para Alice, a cena que ela jamais irá apagar de sua memória desta visita foi justamente conhecer seu maior ídolo no time, o atacante Denis Marques. Durante boa parte do passeio, os olhos da pequena torcedora pareciam procurar o jogador. E quando ela o viu, o sorriso e a ansiedade foram evidentes. Depois de tirar fotos, Alice pôde, também, tirar uma dúvida que tinha referente a seu grande ídolo: “Seu cabelo é natural?”, perguntou, arrancando risos de Denis e de todos que estavam por perto. Após receber o esperado sim do atacante, ela ainda ganhou um beijo e mais sorrisos do ídolo. E ela saiu de lá satisfeita, sabendo que seu presente no Dia das Crianças veio em dose dupla: conhecer a “casa” atleticana e o ídolo Denis Marques.

Correção à tempo

Eles são ainda muito novinhos, mas alguns torcem para o Atlético a menos tempo ainda. É o caso de Ricardo Vilas Boas Borges, de 6 anos de idade. O primeiro clube que ele simpatizou foi justamente o rival Coritiba, por influência de um amiguinho da escola. Mas por sorte (e uma boa dose de insistência de sua mãe), ele percebeu o erro que estava cometendo e mudou para o lado atleticano.

Ricardo foi um dos felizardos que ainda ganhou uma camisa oficial, autografada pelo goleiro Diego. Pelo sorriso em seu rosto e o brilho no olhar, não há mais dúvidas: o sangue de Ricardo é rubro-negro, atleticano de paixão.

Ricardo com o presente especial que ganhou: a camisa
do goleiro Diego

Se as crianças representam o nosso futuro, fica a certeza de que a geração atleticana de amanhã estará muito bem representada por pessoas que desde muito cedo já sabem que torcer para o Atlético é algo mágico, especial, encantador. É muito mais do que a relação time/torcida. É algo impossível de se traduzir em palavras, que só a paixão e o amor do atleticano é capaz de entender. A Furacao.com deseja a todas as crianças do mundo, em especial às atleticanas, um Feliz Dia das Crianças. E para os pequenos atleticanos a certeza de que vocês ainda vão comemorar muitas vitórias e conquistas do Furacão. Parabéns!!!!!

Visitas

O Departamento de Marketing do Atlético organiza periodicamente visitas ao Centro de Treinamentos Alfredo Gottardi. Informações e reservas pelo telefone (41) 2105-5616.



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…