13 out 2005 - 22h56

Repeteco de Santos e Corinthians acaba em confusão

Não faltou emoção e confusão no bis do clássico entre Santos e Corinthians, válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Numa partida recheada de lances polêmicos, expulsões, protestos, invasão da torcida e até de pênalti não marcado, a equipe do Parque São Jorge venceu por 3 a 2, de virada, e disparou na liderança da competição nacional.

Na partida anulada por ter sido apitada pelo árbitro Edílson Pereira de Carvalho, envolvido no esquema de manipulação de resultados, o Santos tinha vencido por 4 a 2 – um dos motivos que deixou os jogadores do time de Nelsinho Baptista irritados antes mesmo de o jogo acontecer.

Mesmo assim, até os 39min do segundo tempo, quando o árbitro Cléber Wellington Abade marcou pênalti de Zé Elias em cima de Nilmar, a partida foi recheada de emoção. O time visitante saiu perdendo, empatou, ficou novamente em desvantagem e virou a partida com o pênalti.

No entanto, um ato de protesto do meia Giovanni, que na saída de bola chutou a bola para a arquibancada, iniciou uma confusão generalizada. Além de um desentendimento entro o goleiro Saulo e o atacante Carlos Alberto, autor do gol da virada – ele foi expulso no lance -, muitos torcedores invadiram o gramado.

Diante da confusão, o árbitro Cléber Wellington Abade optou por não encerrar a partida. Ele preferiu esperar a saída dos torcedores do gramado. No entanto, os jogadores do Santos foram para o vestiário e se recusaram a voltar para realizar os três minutos restantes.

Enquanto isso, o árbitro foi alvo de protestos por parte de dirigentes do Santos e só encerrou o jogo depois que sofreu uma tentativa de agressão de um torcedor. Ele alegou falta de segurança para que o restante da partida fosse realizado.

Com isso, o STJD deverá confirmar a vitória corinthiana e o Santos, além de perder a partida, também deverá ser punido com a perda de mandos de jogo.

Agora o Corinthians chega aos 62 pontos e abre seis pontos de vantagem sobre o vice-líder Goiás. E ainda com um jogo a menos, já que tem o clássico com o São Paulo para repetir. O Santos, por sua vez, estaciona na sétima colocação, com 48 pontos.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…