15 out 2005 - 20h11

Não teve Nescau, mas Atlético deu um chocolate

“Só eu sei porque eu não fico em casa!”. Foi mais ou menos esse o espírito que prevaleceu nos 3.500 atleticanos que encararam neste sábado o estádio Couto Pereira. E conforme diz a música da torcida atleticana, “eu vim pra vencer!!!!!”. E foi o que aconteceu. Impondo velocidade nos contra-ataques, o Atlético venceu o clássico Atletiba por 2 a 1, gols de Lima e Paulo André, e conseguiu sua quarta vitória consecutiva no Brasileirão.

O jogo começou em ritmo empolgante para os atleticanos, com Lima abrindo o placar logo aos 3 minutos: no contra-ataque em velocidade, Evandro tocou para Lima, que chutou sem chances para o goleiro Douglas, abrindo o placar no clássico. Na base do contra-ataque, o Atlético teve a chance de aumentar o placar um minuto depois, em jogada parecida com o lance do gol, mas Lima chutou para fora.

Os lances do Coritiba que mais levavam perigo para a meta de Tiago Cardoso eram nas cobranças de escanteio. E foi num lance após a cobrança de escanteio que eles chegaram ao empate. Aos 20 minutos, após confusão na área atleticana, a bola sobrou para Peabiru cabecear e empatar a partida.

No segundo tempo, a tática atleticana foi explorar de vez o contra-ataque. O time recuou e chamou o Coritiba para o jogo. Aí começou a brilhar a estrela de Tiago Cardoso, que se redimiu da falha no gol adversário e fez boas defesas.

O golpe final foi aos 22 minutos. Jancarlos cobrou a falta na cabeça do zagueiro Paulo André, que concluiu para o gol. Era o gol da vitória atleticana, que confirmou de vez a boa fase do Furacão no Brasileirão. E como o dia era de clássico, era o gol que serviu para empurrar o rival ainda mais na crise – já são quatro rodadas que o Coritiba não sabe o que é vencer. Se antes do jogo todos afirmavam que era o clássico dos opostos, após os 90 minutos da partida tudo continuou como antes. A diferença era que os atleticanos sorriam mais. Um sorriso de vencedor.

%ficha=457%

Confira os melhores momentos do Atletiba:

Primeiro tempo
3 min – No contra-ataque em velocidade, Evandro rolou a bola para Lima, que chutou firma para o gol, abrindo o placar no jogo.
4 min – Lima recebeu a bola na entrada da área e chutou para fora.
12 min – Marquinhos cobrou a falta sobre o gol de Tiago.
13 min – Marcelo Peabiru bateu forte de fora da área e Tiago jogou para escanteio.
20 min – Após a cobrança de escanteio, Tiago deu um soco na bola para dentro da área e, no rebote, Peabiru empatou o jogo.
29 min – Aloísio cruzou a bola, mas Dago não alcançou.
33 min – Após a cobrança de falta de Dago na esquerda, confusão na área do Coritiba, mas nenhum atleticano conseguiu concluir a jogada.
39 min – Após a cobrança de escanteio, Reginaldo Nascimento tentou, o goleiro Tiago espalmou, a bola deu na trave e, no rebote, Tiago salvou de novo.
40 min – Tiago fez outra excelente defesa, após bom chute de Humberto.
41 min – Lima chutou de fora da área e Douglas espalmou para escanteio.
45 min – Jancarlos cobrou a falta no bico da área do lado esquerdo e Douglas fez boa defesa.
48 min – Fim do primeiro tempo

Segundo tempo
1 min – Evandro chutou fraco, para fora.
2 min – Após cobrança de falta, Tiago espalmou a bola para dentro da área, que bateu em Lima e saiu para escanteio.
13 min – No contra-ataque, após troca de passes dentro da área, Lima chutou fraco e Douglas defendeu.
17 min – Dagoberto fez boa jogada na esquerda e chutou para fora.
22 min – Gol do Atlético! Jancarlos cobrou a falta na cabeça de Paulo André, que concluiu para o gol.
30 min – Rodrigo Batata chutou fraco, para boa defesa de Tiago.
31 min – Caio fez boa jogada e chutou para boa defesa de Tiago.
32 min – Marcão chutou forte e Douglas espalmou para fora.
35 min – Ricardinho cobrou com perigo contra a meta do goleiro Tiago, mas para fora.
46 min – Após bobeira na zaga atleticana, Humberto chutou na trave do goleiro Tiago Cardoso.
49 min – Fim do jogo.



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…