23 out 2005 - 19h05

Eleições no time atleticano

A Furacao.com aproveitou o entusiasmo dos jogadores atleticanos em função da seqüência de vitórias e o clima de votação no país, com o referendo sobre a comercialização de armas de fogo, para promover uma eleição diferente. Escolhemos algumas categorias e pedimos para os jogadores atleticanos votarem neles mesmos. Estávamos em busca de descobrir quem eram o mais legal, o mais chato, o mais organizado e o mais engraçado, entre outros, dentre todos os integrantes do elenco profissional atleticano. Ao todo, são 19 categorias. A votação foi realizada em diversas etapas e a consulta foi espontânea: apresentamos somente as categorias aos atletas, que trataram de votar nos companheiros de time. Em tempo: a votação foi absolutamente sigilosa. Confira o resultado:

Mais engraçado: Aloísio

Sorriso aberto, amigo de todos e sempre preparado para fazer uma brincadeira ou contar uma piada. Esse é o retrato do atacante Aloísio, um dos mais experientes do elenco atleticano. Mesmo já tendo se consagrado no futebol europeu, Aloísio não perdeu a humildade e a vontade de jogar futebol. Seu espírito brincalhão lhe rendeu o título de jogador mais engraçado do Atlético. Na votação realizada entre os colegas, o atacante recebeu oito votos e foi eleito com certa vantagem.

Mais corajoso: Aloísio

Além de engraçado, Aloísio é também corajoso. O espírito destemido do atacante foi exibido à torcida logo em seus primeiros jogos com a camisa rubro-negra. Na estréia da Libertadores, contra o Independiente, Aloísio entrou em campo em ritmo alucinante, partindo para cima dos adversários e chamando a responsabilidade para si. Fora de campo, ele também se demonstra o mais corajoso do elenco.

Líder do grupo: Aloísio

Por sua personalidade, Aloísio se constitui um líder nato. Amigo de todos e extrovertido, ele é identificado pelos demais como um exemplo a ser seguido. Neste quesito, ele deixou o capitão Marcão em segundo lugar e foi eleito com onze votos.

Engraçado e corajoso, Aloísio é também o líder do
elenco

Mais tímido: Durval

Se Aloísio é o mais engraçado, seu oposto no plantel é o zagueiro Durval, eleito o jogador mais tímido. De poucas palavras, Durval tem o jeito sério e trabalhador forjado no início da carreira, quando passou por clubes como Botafogo da Paraíba e Unibol. O zagueiro chegou a ser titular do Atlético durante a Libertadores, mas perdeu a posição no time para Paulo André. Durval foi o eleito o jogador mais tímido do Atlético com seis votos, pouco à frente do goleiro Tiago Cardoso.

Calado, Durval é visto como tímido

Mais preguiçosos: Denis Marques, Fabrício, Caetano e André Rocha

A categoria mais disputada das eleições atleticanas foi justamente aquela evitada por todos os atletas. Afinal, ninguém deseja ter fama de preguiçoso. De todo modo, é necessário ressaltar que a característica se refere à condição dos jogadores fora de campo. Ou seja, a preguiça fora do campo não é a mesma jogando bola – quem é contagiado por essa última certamente não se mantém em um clube de ponta. Os atacantes Denis Marques e Caetano, o meia Fabrício e o lateral-direita André Rocha receberam quatro votos cada um e terminaram empatados no quesito.

Denis divide o posto de preguiçoso com Fabrício,
Caetano e André Rocha

Mais trabalhador: Tiago Cardoso

A vontade em treinar bastante e a permanência nos campos do CT do Caju mesmo após o término dos trabalhos técnicos e físicos renderam ao goleiro Tiago Cardoso a fama de trabalhador incansável. Por isso, venceu a categoria com cinco votos. O esforço de Tiago lhe rendeu frutos profissionais. Quando precisou jogar como titular, em função da lesão de Diego, realizou boas partidas e foi muito elogiado pela imprensa e pelos torcedores.

Maior comilão: Tiago Cardoso

Se permanece em campo mesmo depois do fim dos treinamentos, Tiago Cardoso não muda a postura na hora das refeições. Segundo os colegas, ele também é o último a deixar a mesa na hora do almoço e do jantar. Quando o assunto é "garfo", Tiago não dá chances para os colegas. Quem conseguiu rivalizar com ele nas votações para maior comilão do elenco foi o baixinho Marín, que no final acabou ficando em segundo lugar.

Tiago é bom de trabalho e de garfo

Mais medroso: Marcão

Dentro de campo, Marcão é o retrato fiel de um guerreiro. Usando o porte físico, ele parte para cima dos marcadores e vence a maioria das jogadas na força. Não teme divididas e não se omite das partidas. Mas essa imagem esconde uma pessoa normal, que tem medos e receios como qualquer um. Pelo menos é isso o que pensam os demais jogadores atleticanos, que elegeram o capitão Marcão como o mais medroso do time.

Mais mandão: Marcão

A incumbência de orientar os colegas não poderia ser melhor exercida por outro senão o capitão do time. As ordens destinadas aos colegas lhe valeram a fama de "mandão", o que não significa que seja sempre obedecido. “Ele é o jogador mais mandão, ou pelo menos acha que manda alguma coisa”, contaram seus colegas. Esta foi a categoria em que um jogador ganhou por maior vantagem. No total, Marcão foi eleito por outros 11 jogadores.

Mais legal: Marcão

Depois de vencer em duas categorias não tão bem-quistas, Marcão foi eleito na disputa mais acirrada. Ele é considerado o atleta mais legal do elenco rubro-negro. A votação foi bem dividida e o capitão ganhou a preferência de três jogadores.

Marcão manda nos outros, mas é legal

Mais organizado: Diego

O goleiro Diego é o jogador mais organizado no elenco atleticano. Para ele, tudo tem de estar no lugar. Inimigo da bagunça, ele disputou a eleição palmo a palmo com o atacante Finazzi, outro organizado do elenco. “Não posso ver nada for a do lugar, vivo arrumando tudo”, revelou o atacante, que ficou em segundo lugar na "categoria".

Mais "cabeça-quente": Diego

Ele não suporta derrotas, nem mesmo em treinos. Principalmente por isso, o goleiro Diego foi considerado o jogador mais "cabeça-quente" do elenco atleticano pelos seus colegas.

Diego gosta de organização, mas é cabeça-quente

Mais desorganizado: Alan Bahia

O jeito moleque e as comemorações irreverentes não deixam esconder: Alan Bahia é o jogador mais desorganizado do Atlético. Quem divide o quarto com Alan na concentração acaba sofrendo com a bagunça de Alan, que compensa a falta de organização com muito bom humor.

Mais esperto: Alan Bahia

O bom baiano Alan não deu chances para nenhum "malandro carioca" e foi eleito o jogador mais esperto do elenco atleticano. Segundo os colegas, Alan é "safo" e sempre consegue o que quer.

O bagunçado Alan Bahia é o mais esperto

Mais religioso: Fabrício

A eleição de Fabrício como o jogador mais religioso não causa surpresas. Afinal, o meia sempre cita Deus em suas entrevistas e reza diariamente. Nesta categoria, Fabrício venceu o atacante Finazzi, outro atleta de Cristo.

Fabrício: um jogador de fé

Mais elegante: Paulo André

O zagueiro caiu nas graças da torcida atleticana por suas boas atuações e principalmente pelo gol da vitória no Atletiba. Mas no CT do Caju ele é reconhecido de outra maneira. Com três votos, Paulo André foi eleito o jogador mais elegante da equipe, deixando para trás outros três colegas de time.

Paulo André: elegância na zaga atleticana

Mais teimoso: André Rocha

O lateral-direita e volante André Rocha é o jogador mais teimoso do grupo. Seis colegas votaram em André, considerando um "cabeça-dura" autêntico.

Mais chato: André Rocha

Se é o mais teimoso, André Rocha é também o mais chato do elenco atleticano. Nesta categoria, ele recebeu menos votos (foram quatro), mas mesmo assim ninguém conseguiu superá-lo em termos de implicância com os colegas.

André teima tanto até encher a paciência dos amigos

Mais vaidoso: Caetano

O meia-atacante Caetano é o jogador mais vaidoso do plantel rubro-negro. Sempre preocupado em se vestir com roupas da moda e atento ao visual, Caetano recebeu três votos dos colegas, que revelam um segredo: ele é um dos últimos a deixar o vestiário porque gosta de ficar sempre bem arrumado.

Caetano: roupas de grife


Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…

Camisa preta edição especial.

Opinião

Viva a revolução!

Eu sou corneta. Confesso! Se o time vai mal, sou o primeiro a reclamar. Se o time vai bem, tem que melhorar. Se ganhou de…

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…