30 out 2005 - 17h00

O maior é também o melhor

O Atlético venceu o Paraná Clube por 2 a 1 no último clássico estadual do Campeonato Brasileiro 2005. Jogando na Kyocera Arena para um público de 17 mil pessoas, o Furacão jogou melhor, mas sofreu pressão nos minutos finais da partida em função da injusta expulsão do craque Dagoberto. O atacante Finazzi fez os dois gols rubro-negros e acabou se tornando o grande destaque da partida. Borges descontou para o Paraná a meia hora do final da partida.

No início do jogo, o Atlético teve duas boas chances para marcar: a primeira com Finazzi e a outra com Dagoberto. Depois, o jogo ficou truncado e muito disputado no meio-campo. O Paraná passou a ter mais posse de bola, mas sem oferecer perigo ao Furacão, que chegava com muita consistência nos contra-ataques puxados por Evandro, Dagoberto e Lima. A um minuto do fim, Marcão cruzou da esquerda, Lima fez bem a função de pivô e rolou para Finazzi bater na saída do goleiro Flávio, abrindo o marcador na Arena.

O instinto artilheiro de Finazzi voltou a funcionar no começo da segunda etapa. Aos 10 minutos, ele recebeu lançamento longo de Paulo André e contou a saída precipitada de Flávio. Finazzi chutou a primeira vez no goleiro e pegou o rebote para mandar para o gol vazio, fazendo a Arena explodir de alegria. Quando já se desenhava mais uma goleada rubro-negra, o time sofreu um susto. Aos 24 minutos, Borges girou em cima de Danilo e bateu fraco. A bola bateu no "morrinho" e acabou enganando Tiago Cardoso, que acabou sofrendo gol. A bola bateu em sua cabeça antes de entrar.

O susto acabou se transformando em pesadelo após uma falha clamorosa do veteraníssimo árbitro Márcio Rezende de Freitas. Aos 33 minutos, Dagoberto foi derrubado na risca da pequena área, quando se preparava para marcar o terceiro gol atleticano. Além de não marcar o pênalti, Freitas expulsou o atacante rubro-negro, causando indignação em todos os presentes. Com um a menos, o Furacão teve de suportar 17 minutos com um atleta a menos. Para facilitar a missão, Evaristo colocou o zagueiro Durval e a equipe passou a jogar com uma linha de três defensores. No último lance do jogo, Neto cobrou uma falta da entrada da área e Tiago fez uma ótima defesa, garantindo a vitória atleticana.

Com o resultado, o Atlético chegou a 51 pontos e ganhou uma posição, ultrapassando justamente o Paraná Clube e passando a ser o melhor time paranaense no Brasileirão. Na próxima rodada, o time volta ao estado do Rio de Janeiro, desta vez para enfrentar o Vasco da Gama na próxima quinta-feira.

%ficha=460%

Melhores momentos da partida

Primeiro tempo
2 min – Paulo André lança, Dagoberto faz o corta-luz e Finazzi fica cara a cara com Flávio. Na tentativa de driblar o goleiro, acaba perdendo a bola e uma ótima chance para abri o marcador.
4 min – Após luta de Marcão para recuperar a bola próximo à bandeirinha de escanteio, Dagoberto arrisca de longe e a bola passa raspando a trave direita do goleiro.
23 min – Em rápido contra-ataque, Evandro, Dagoberto e Lima fazem triangulação que termina em cruzamento perigoso de Lima cortado pela zaga.
28 min – Evandro e Marcão falham no meio-campo e a bola sobra para Borges, que bate cruzado para boa defesa de Tiago Cardoso.
33 min – Depois de falha de Thiago Almeida, a bola sobra para Sandro, que manda uma bomba de fora da área. Tiago Cardoso salva o Atlético com uma bonita defesa.
44 min – Gol do Atlético. Marcão cruzou da esquerda, Lima domina de costas para o gol, gira em cima do zagueiro e toca para Finazzi. Completamente livre, o matador bate na saída de Flávio e abre o marcador.
45 min – Fim do primeiro tempo.

Segundo tempo
3 min – Dagoberto faz linda jogada pela esquerda e bate cruzado. Evandro e Finazzi não conseguem aproveitar. Caído, Aderaldo desvia a bola com a mão, mas o árbitro não marca o pênalti.
10 min – Gol do Atlético. Paulo André lança Finazzi, que vence a disputa com o atrapalhado Flávio e o confuso Aderaldo e manda para o fundo da rede.
13 min – Boa jogada pela direita, mas Thiago Almeida, da risca da pequena área, chuta para fora.
15 min – Vicente bate cruzado da esquerda e Tiago Cardoso faz firme defesa.
23 min – Vicente cruza da esquerda para Fernando Gaúcho cabecear de dentro da pequena área. Tiago Cardoso fez ótima defesa e espalmou para escanteio.
25 min – Gol do Paraná. Borges cruza fraco da esquerda, a bola quica na área, muda de rumo bate na cabeça de Tiago e entra no gol.
28 min – Paulo André faz excelente jogada. Depois de desarmar na zaga, lança para Finazzi na ponta-direita. O atacante cruza para Dagoberto, que corta para o meio e bate por cima da trave.
31 min – Dagoberto sofre pênalti. Além de não marcar, o árbitro Márcio Rezende de Freitas adverte o jogador e o expulsa de campo, pois ele já tinha amarelo.
38 min – Ferreira mata no peito na esquerda e cruza para Finazzi, que bate por cima da trave.
49 min – Neto cobra falta perigosa da entrada da área e Tiago Cardoso faz defesa excepcional.
50 mim – Fim de jogo.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…

Camisa preta edição especial.

Opinião

Viva a revolução!

Eu sou corneta. Confesso! Se o time vai mal, sou o primeiro a reclamar. Se o time vai bem, tem que melhorar. Se ganhou de…

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…