30 nov 2005 - 13h05

CBF recusa pedido e jogo será mesmo no domingo

A Polícia Militar alertou, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) não aceitou e a cidade de São Paulo viverá um domingo de alto risco em meio à última rodada do Campeonato Brasileiro.

A entidade não atendeu nesta terça-feira o pedido do Comando do 2º Batalhão de Choque para que os jogos Palmeiras x Fluminense, no Parque Antarctica, e São Paulo x Atlético-PR, no Morumbi, marcados para o próximo domingo, fossem antecipados para o sábado.

Embora não tenham dado declarações públicas, os dirigentes da entidade se recusaram a mexer na tabela porque acreditam que todos os 11 jogos terão que começar no mesmo horário, às 16h.

O diretor técnico da entidade, Vírgilio Elísio, responsável pela tabela, não foi encontrado para comentar o caso.

Segundo informou o tenente-coronel Luiz Fernando Tarifa Serpa, comandante do Choque, a sugestão de mudança visa prevenir e evitar um possível encontro dos torcedores palmeirenses, são-paulinos e corintianos, que apesar de verem seu time decidir o título em Goiás, prometem comemorar muito uma eventual conquista pelas ruas da capital.

"Nosso trabalho é dar segurança ao local de jogo. Mas pedi a mudança por entender que há um risco muito grande de torcedores dos três maiores clubes da capital se encontrarem nas ruas e brigarem", disse Serpa, que não divulgou o efetivo policial para o dia.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……