16 dez 2005 - 1h23

Petraglia começa a planejar 2006 e promete títulos

Um grande compromisso, uma grande responsabilidade. Foi assim que Mário Celso Petraglia foi reconduzido ontem para o biênio 2006/2007 à frente do Conselho Deliberativo do Atlético, através da chapa Soli-10, única inscrita no pleito. Para ele, a oportunidade de permanecer no cargo é uma alegria muito grande. “É uma satisfação, uma alegria muito grande porque, apesar dos pesares, o futebol é complicado e difícil, mas felizmente estamos tendo mais alegrias do que tristezas”, comentou.

Depois de presenciar a aclamação do Conselho Deliberativo por Luiz Alberto Rego, presidente da junta eleitoral, Mário Celso Petraglia agradeceu a presença dos sócios e citou cada membro do novo conselho. Em seguida, leu uma mensagem enviada a Antônio Carlos Gomes, diretor técnico do Atlético Paranaense.

Confira alguns trechos das respostas de Petraglia aos profissionais da imprensa:

Realizações
“Nós podemos ficar felizes e tranqüilos sobre o que o Atlético construiu nestes 10 anos, tanto resultados positivos na infra-estrutura, no seu patrimônio, quanto em resultados técnicos desportivos. Nós, nesses últimos seis anos após a inauguração da Arena, ganhamos quatro campeonatos estaduais, uma seletiva, um campeonato brasileiro, foi vice-campeão brasileiro e das Américas. Então nós continuaremos na mesma direção das políticas em investir na infra-estrutura e ganhando campeonatos”.

Programação
“Nós não definimos nada ainda quanto a time e ao técnico. Estávamos aguardando as eleições para acontecer o que nós esperávamos: fomos eleitos novamente e agora, com tranqüilidade e na companhia dos colegas do Conselho Gestor, vamos estabelecer metas e a programação para 2006. Quando me referi no discurso ao ‘time-pronto’, é porque o grupo foi formado em 2005. Agora, toda a programação para 2006 e 2007 sairá através das decisões do conselho”.

Coritiba
“O Atlético segue a sua vida. Eu sempre falei que nós não estamos preocupados com nossos co-irmãos. Sempre frisei que nós precisávamos concorrer com grandes clubes como Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Santos e Fluminense”.

Kyocera Arena
“No que diz respeito ao patrocínio, pensamos em função da Copa do Mundo de 2014, com o governo brasileiro e outras instituições internacionais que virão para cá financiar novos estádios. Como o Atlético saiu um pouco na frente, vamos beber ‘água limpa’, como dizem por aí, vamos chegar primeiro. Com isso, vamos buscar recursos e concluir nosso estádio, assim como todo um complexo, trazendo, começando e criando novos canais que virão posteriormente ao Brasil”.



Últimas Notícias

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…