14 dez 2007 - 16h24

Goleiro Galatto negocia com Atlético

O goleiro Galatto, 24 anos, herói da histórica "Batalha dos Aflitos", partida contra o Náutico na qual o Grêmio venceu por 1 a 0 e retornou à elite do futebol brasileiro em 2005, confirmou nesta sexta-feira sua saída do cube. Já era sabido que o clube não tinha interesse em renovar seu contrato, que encerra no próximo dia 31, mas a oficialização do adeus veio através do próprio atleta.

Ao anunciar a saída o jogador – que está em negociação para se transferir para o Atlético Paranaense – afirmou que no futuro pretende retornar ao clube onde foi criado. "Meu sonho é um dia voltar e quem sabe dar mais um título ao Grêmio, mas de uma forma mais tranqüila do que foi a Batalha dos Aflitos", disse, referindo-se ao dramático confronto em Recife, no qual o Grêmio acabou com apenas sete jogadores em campo e ganhou por 1 a 0 após duas cobranças de pênaltis contra sua meta.

A respeito das tratativas com o Atlético, disse estarem bem adiantadas: "A negociação está 50% bem encaminhada, mas não vou dar uma resposta oficial sem antes conversar com a direção do Grêmio, que sempre me tratou com muito carinho".

Rodrigo José Galatto, 24 anos, começou nas categorias de base do Grêmio em 2005,foi titular na campanha que levou o time ao título da Série B, mas no primeiro semestre do ano seguinte, nas semifinais do Estadual, sofreu uma traumatismo craniano que o afastou dos gramados e, na voltam não conseguiu mais repetir as grandes atuações da temporada anterior e perdeu a posição. Neste 2007 foi o terceiro goleiro da equipe, atrás do argentino Saja, que acaba de voltar para o San Lorenzo, da Argentina, e de Marcelo Grohe, também surgido nos juniores do clube.



Últimas Notícias

Opinião

Céu e inferno

Qual a semelhança entre Casemiro Mior, Flávio Lopes, Heriberto da Cunha, Ricardo Drubscky, Leandro Ávila e Fabiano Soares? E entre Geninho, Antonio Lopes, Paulo Cesar…