16 dez 2007 - 22h06

Gomyde prega união da candidatura paranaense

O presidente da Paraná Esporte, Ricardo Gomyde, declarou neste domingo que o estado do Paraná precisa de união para que seja escolhido uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Ele participou como convidado do programa Esporte Show, do canal 21, e falou sobre as ações do Governo do Estado do Paraná em prol do Mundial.

Durante esta semana, Mario Celso Petraglia cobrou iniciativa do povo paranaense no sentido de manifestar o interesse por receber jogos da Copa. O Esporte Show exibiu uma entrevista gravada do diretor juridico do Atlético, Marcos Malucelli, na qual ele cobrou ações do prefeito de Curitiba e do governador do Paraná. "O governador de São Paulo, o governador de Minas e o governador do Rio já foram recebidos várias vezes pelo presidente da CBF. Só o nosso governador ainda não foi", disse Malucelli.

Depois da exibição da entrevista, Ricardo Gomyde comentou ao vivo que é preciso união de todos os paranaenses. "A Copa do Mundo em São Paulo não é do São Paulo Futebol Clube, é de todos os setores. É isso que falta no Paraná", opinou. O presidente da Paraná Esporte disse que já conversou com o presidente da CBF algumas vezes sobre a candidatura do Paraná.

Porém, Gomyde criticou a forma como o Atlético trouxe o assunto à baila. Segundo ele, é preciso união e não críticas. "Quem quer apoio convida não critica. É preciso de muita unidade, de todos os interessados. Quando você critica o governador, o prefeito você afasta potenciais aliados", afirmou.



Últimas Notícias

Opinião

Céu e inferno

Qual a semelhança entre Casemiro Mior, Flávio Lopes, Heriberto da Cunha, Ricardo Drubscky, Leandro Ávila e Fabiano Soares? E entre Geninho, Antonio Lopes, Paulo Cesar…