20 jan 2008 - 22h06

Experiência do Atlético na primeira divisão pesou

A maturidade do Atlético foi uma das principais virtudes da equipe na vitória sobre o Coritiba por 2 a 0 na tarde deste domingo, no Estádio Couto Pereira. Comandado por jogadores experientes, como Ferreira e Claiton, o Furacão passou pelo rival no Couto Pereira, jogando diante de um público formado em sua maioria por torcedores coxas.

A experiência dos atletas, acostumados a disputar partidas da primeira divisão do Campeonato Brasileiro, acabou fazendo a diferença. Dos 11 titulares atleticanos, dez defenderam o clube no Brasileirão do ano passado. O outro, Rodrigão, vestiu a camisa do Palmeiras na mesma competição. No lado do Coritiba, diversos jogadores foram revelados no ano passado, quando o time disputou a segunda divisão, e ainda não haviam enfrentado adversários da Série A.

A última vitória do Coritiba contra uma equipe de primeira divisão aconteceu no Campeonato Paranaense do ano passado, quando bateu o Paraná Clube por 3 a 1. Porém, este mesmo Paraná acabou sendo rebaixado para a Segundona no mesmo ano. No ano passado, o Coritiba também enfrentou o Botafogo por duas vezes na Copa do Brasil. Perdeu uma e empatou a outra. No clássico Atletiba, também ficou no empate. Em 2006, o Coxa também passou em branco diante de rivais da Série A. Jogou duas vezes contra o Paraná: empatou uma e foi goleado na outra. Em 2005, o Coritiba despediu-se da Série A com uma vitória sobre o Internacional.

O Atlético, em contrapartida, pertence à elite do futebol brasileiro desde a temporada de 1996. Nos últimos anos, a equipe rubro-negra conquistou um título brasileiro e um vice-campeonato nacional. No mesmo período, o Furacão também alçou vôos internacionais, chegando ao vice-campeonato da Libertadores da América e à semifinal da Copa Sul-Americana. No final das contas, esta experiência acabou sendo um fator importante para o Furacão vencer o clássico deste domingo.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Novo “Timoneiro”

Sim.. Estava na cara.. Eduardo Barros, apesar de muito promissor e ser Sim, um nome para treinar a equipe rubro negra.. Ainda estava “Cru” e…