13 fev 2008 - 0h13

União para a vitória

A partida do próximo sábado pode entrar para a história do Clube Atlético Paranaense. Se vencer o Iguaçu o rubro-negro iguala a marca de 1949 quando venceu 11 partidas seguidas no Campeonato Estadual. E essa possível marca é motivo de empolgação para o torcedor. São muitos os atleticanos que pegarão a estrada até União da Vitória na expectativa de alcançar o feito de 59 anos atrás. A Furacao.com preparou um superguia da cidade que pode assistir a mais uma façanha do time de Ney Franco.

Vá devagar no Steinhaeger. Misture um pouco num copinho dentro de um caneco de cerveja ou faça uma caipirinha. Mas se lembre de não beber se for dirigir. Além de irresponsável, você vai colocar a vida de outros em risco. Faça o seguinte: compre uma ou duas garrafas e traga para Curitiba a bebida da terra de União da Vitória. Quem sabe por aqui você não comemora a décima primeira vitória seguida do Atlético no Campeonato Estadual. O Iguaçu, assim como todos os adversários do Campeonato Paranaense, merece respeito. Mas que o Furacão vai até a divisa com Santa Catarina para alcançar o feito de 1949, isso vai.

O Rubro-Negro vai viajar 237 quilômetros com 100% de aproveitamento. São 10 vitórias, 25 gols marcados e apenas 4 gols contra. A partida está marcada para às 20h de sábado no estádio Municipal Antiocho Pereira (pronuncia-se Antioco Pereira), que tem capacidade para 12 mil pessoas. Pelo menos o espaço dedicado ao torcedor visitante vai estar lotado. As caravanas da Torcida Os Fanáticos (R$ 35,00 para não sócios) e particulares que seguirão ao sul do estado prometem deixar o interior vermelho e preto.

Localizada no extremo sul do Paraná, a cidade de União da Vitória foi fundada em 27 de março de 1881 e tem em sua formação, forte influência de poloneses, ucranianos, alemães e holandeses. Desenvolveu-se muito a partir das décadas de 40 e 50 principalmente por causa da expansão da rede ferroviária e por ser limite entre o Estado do Paraná e vizinha cidade-irmã de Porto União, já em Santa Catarina.

Por muito tempo, inclusive, devido às constantes chuvas e alagamentos de toda região, que resultaram em grandes catástrofes nas cheias de 1983 e 1992, a Associação Atlética Iguaçu jogou no campo do extinto Ferroviário.

Cerca de 45.500 pessoas moram em União da Vitória. A cidade tem como principais fontes de arrecadação econômica a extração e beneficiamento de madeiras, principalmente compensados voltados à exportação e o corte de aves.

Como chegar

Chega-se a União da Vitória, a partir de Curitiba, através da BR 476, no trecho conhecido como "Rodovia do Xisto" por passar pelo município de São Mateus do Sul, grande reduto de atleticanos e conhecido por extrair o Xisto piru-betuminoso do solo. O pedágio localizado no município da Lapa, custa atualmente R$ 6,80 para veículos simples.

"Na própria BR 476, no trevo já chegando em União, tem o restaurante American Grill, o melhor da cidade. Lá tem café, almoço, lanche, jantar, buffet e espeto corrido. O restaurante fica na rota de Curitiba, é bem grande, fácil de achar e fica a uns 2 km da cidade e do estádio", diz o atleticano Wagner Diesel, que mora em União da Vitória.

American Grill é uma boa opção de alimentação [foto: American Grill]

Também é possível ir pela BR 277, sentido Palmeira. Lá a estrada também é pedagiada com custo de R$ 6,00. O advogado Sandro Moser, também leitor da Furacao.com, recomenda este trajeto, apesar de ser 15 km mais longo. "O melhor caminho é por Palmeira, passando por São João do Triunfo até São Mateus do Sul. A estrada é mais bonita e mais tranqüila, está em melhores condições, além de possibilitar a proverbial parada no restaurante Girassol, na entrada de Palmeira", diz ele, que nasceu em União em Vitória.

Para chegar ao Estádio Municipal Antiocho Pereira, de propriedade da Prefeitura, para quem chega à cidade, atravessando a ponte sobre o rio Iguaçu, passa-se o contorno e pega-se a segunda rua à esquerda, seguindo cerca de 4 km. O espaço destinado à torcida adversária fica do lado do rio e não na rua principal que passa em frente ao estádio. Os valores dos ingressos e a data para venda aos atleticanos ainda não foram definidos.

Saiba mais sobre a cidade

Educação
No setor educacional, a cidade de União da Vitória também tem destaque. Abriga o Centro Universitário UNIUV, e as Faculdades Uniguaçu, FAFI-PR (Faculdade Estadual de Filosofia Ciências Letras União da Vitória) e UNC (Universidade do Contestado), que disponibilizam diversos cursos, abrangendo toda a região sul do Paraná e norte de Santa Catarina.

Turismo
União da Vitória é uma boa opção de ecoturismo, turismo rural, contando com a rota das cachoeiras e outras opções de lazer e entretenimento. Os principais pontos turísticos são:

Cachoeiras do Córrego Jacu
São três quedas, cujas águas se precipitam em seqüência, de altura variando entre 10 e 30 m. Seu leito natural escavado na rocha contrasta com a vegetação, que margeia o córrego, proporcionando uma bonita paisagem, que já motiva freqüentadores que ali acampam, embora não tenha qualquer tipo de infra-estrutura. Entrada pelo Acesso Sul, a 3 km do asfalto, por estrada ensaibrada.

Cachoeiras do Rio Palmital
O município apresenta um potencial natural muito grande, principalmente no que diz respeito a quedas d’água, que ultrapassam o número de cinqüenta. O rio que contém mais saltos e cachoeiras é o Palmital, que desde as nascentes, até sua desembocadura no rio Iguaçu, corre por uma extensão de 60 km, percurso este, que conta com vinte cachoeiras, de altura entre 10 e 35 m, todas sem infra-estrutura, com acesso variando de acessível a razoável grau de dificuldade em atingi-las, o que as caracterizam como locais próprios para os aficionados do turismo de aventura.

Parque Ambiental Ari Queiroz
Na margem esquerda do rio Iguaçu uma imensa área gramada e arborizada, proporciona momentos de lazer e descontração aos habitantes do município, com churrasqueiras e equipamentos feitos de troncos de eucalipto.

Ponte dos Arcos
Construída na década de 40, a ponte já se integra à paisagem do município, como um monumento de arte e arquitetura, com seus 200 m de comprimento, 10 m de largura e 20 m de altura máxima do vão. Situa-se na Avenida Manoel Ribas.

Morro do Cristo
No ponto culminante de um dos mais altos morros que cercam o município, a 928 m acima do nível do mar, localiza-se o símbolo maior da cidade: a estátua do Sagrado Coração de Jesus, Padroeiro do Município, inaugurada em 1968. Atingida por uma escadaria de 219 degraus, de onde descortina-se uma magnífica vista das "cidades gêmeas" do Iguaçu que se espraia por entre montanhas, compondo a paisagem típica desta região do Paraná e Santa Catarina.

Entre os importantes eventos da cidade, estão a Festa da Uva; Festa das Etnias; Festival de Danças Folclóricas; Feira Regional da Indústria, Comércio e Serviços Públicos; Feira de Sabores e Maratona Fotográfica.

Onde se hospedar

– Holz Hotel
Avenida Manoel Ribas, 490
Reservas: (42) 3522-2144 / 3522-2987
http://www.hotelholz.com.br/

O café colonial é um dos destaques do Holz Hotel [foto: Holz Hotel]


– Hotel Flórida
Rua Cruz Machado, 9
Reservas: (42) 3522-1140

– Hotel 10
Rodovia BR 476, trevo BR 153 – nº 4501 – Ouro Verde – União da Vitória.
Reservas: (42) 3521-1010
http://www.hotel10.com.br/uniao.php

Informações Turísticas
Coordenadoria de Turismo
Avenida Interventor Manoel Ribas, 265
(42) 3522-8754 / 3523-1413

Horário de atendimento: segunda-feira a sexta-feira das 9h às 12h e das 13h às 18, sábado e domingo das 10h às 15h.

Fontes: Prefeitura Municipal de União da Vitória, IBGE, Federação Paranaense de Futebol, Site oficial do Iguaçu.

Colaboraram: Juarez Villela Filho, Silvio Rauth Filho e Silvio Toaldo Júnior.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Vamos, Ó Meu Furacão…

O Athletico vive situação delicada no Brasileirão, na zona de rebaixamento. A equipe buscava reagir – eram oito jogos sem triunfos (três empates e cinco…

Copa do Brasil

Em defesa do título

Pouco mais de um ano depois de levantar a taça da Copa do Brasil, o Athletico retorna à competição no confronto pelas oitavas de final,…