16 fev 2008 - 22h21

Netinho, o novo dono da camisa 6 atleticana

O ala-esquerda Netinho vem sendo um dos destaques do Atlético nessa campanha do time no Campeonato Paranaense. Neste sábado, na goleada de 8 a 1 sobre o Iguaçu, o atleta sem dúvida nenhuma foi um dos melhores em campo. Mas além dele, outros jogadores do Rubro-Negro vem chamado a atenção da torcida e da imprensa. Esse fato faz com que na hora dos jornalistas escolherem o “craque do jogo” muitos atletas apareçam na lista.

Sobre isso, Netinho deu o crédito ao técnico Ney Franco. “Minha mãe sempre acompanha o jogo na rádio e fala que está sempre uma briga, com 3, 4 jogadores que disputam o melhor em campo. Isso é importante, a gente tem que manter esse foco. O Ney foi muito feliz no grupo que montou esse ano, mas não tem nada ganho ainda”, disse o camisa 6.

Já sobre o fato do Furacão 2008 ter igualado o de 49, com 11 vitórias consecutivas em um Paranaense, o jogador afirmou que no início da competição o elenco atleticano não pensava em marcas. Além disso convocou a torcida a comparecer na quarta-feira, à Kyocera Arena, para a partida contra o Cianorte, quando o Rubro-Negro 2008 pode entrar de vez para história do clube. “A gente não começou o campeonato com o objetivo de bater recorde, mas com merecimento conseguimos isso. Mas a gente tem que botar a cabeça no lugar, respeitar nosso adversário, e pedir a torcida que compareça na quarta-feira”, pediu Netinho.

No inicio do Estadual, Netinho era o camisa 10 do Atlético. Mas com a chegada de Irênio, o técnico Ney Franco colocou o mineiro na meia cancha e passou Netinho para a ala-esquerda. Segundo Netinho, a mudança deu certo. “Eu não posso relaxar, porque tem sempre alguém atrás querendo entrar na equipe. Mas fico muito feliz pelo reconhecimento, e agradeço ao Ney por ter me colocado na ala-esquerda, e o Irenio na meia cancha”, finalizou.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Novo “Timoneiro”

Sim.. Estava na cara.. Eduardo Barros, apesar de muito promissor e ser Sim, um nome para treinar a equipe rubro negra.. Ainda estava “Cru” e…