16 fev 2008 - 22h37

Ney Franco: “É uma marca que não será batida tão facilmente"

Assim como Motorzinho, técnico do Furacão de 1949, Ney Franco também já entrou para a história rubro-negra. Comandante do Furacão 2008, o treinador fez questão de ressaltar a participação de toda a comunidade atleticana no feito histórico que o time atingiu neste dia 16 de fevereiro de 2008. Com a goleada por 8 a 1 sobre o Iguaçu, o Atlético igualou a série de onze vitórias consecutivas obtidas pelo time de 1949, que originou o apelido de Furacão ao clube. Na entrevista coletiva após o jogo, o técnico parabenizou todas as esferas que formam o Atlético, jogadores, torcedores, direção, comissão técnica e demais funcionários do clube. “É muito difícil uma equipe ter 100% de aproveitamento numa competição, onze vitórias consecutivas. É uma marca que não será batida tão facilmente. Na quarta-feira temos a oportunidade de ampliar essa marca”, disse.

Ciente da responsabilidade que o grupo tem ao atingir essa marca, Ney Franco sabe que agora a cobrança será em ampliar a cada jogo essa série de 100% de aproveitamento na temporada. “O primeiro objetivo nosso na quarta-feira é jogar bem, o mando de jogo tem que prevalecer em qualquer campeonato. Falei para os jogadores que vai ser cobrado agora a 12ª rodada. Temos que manter a performance de 100%”, afirmou.

O técnico mais uma vez ressaltou que o grupo está ficado na conquista do título de Campeão Paranaense 2008 e que irá trabalhar para chegar neste objetivo final.

Confira as principais declarações de Ney Franco na entrevista coletiva após a vitória atleticana em União da Vitória:

AVALIAÇÃO DA PARTIDA:
“Nós conseguimos um resultado positivo, mas no primeiro tempo aconteceu um detalhe que não pode acontecer. Fizemos 1 a 0 e depois a equipe começou a ter erros e a equipe adversária cresceu no jogo, empatou e até teve chance de ampliar. Felizmente o Irenio teve uma boa oportunidade fora da área e deixou a gente em vantagem no placar novamente. No segundo tempo, nossa equipe foi perfeita, fez os gols defendendo bem, marcou sem deixar de atacar. Nossa equipe tem procurado os gols o tempo todo.”

IGUALAR O RECORDE DO FURACÃO 1949:
“Está de parabéns todo mundo, o clube, os torcedores, a diretoria, a comissão técnica. É muito difícil uma equipe ter 100% de aproveitamento numa competição, onze vitórias consecutivas. É uma marca que não será batida tão facilmente. Na quarta-feira temos a oportunidade de ampliar essa marca. Com a vitória de hoje acho que garantimos o primeiro lugar geral nesta fase, que era um dos nossos objetivos aqui. Agora temos previsão de casa cheia na Arena na quarta-feira e não podemos decepcionar.”

FOCO NO TÍTULO
“Faltam quatro rodadas para fechar a primeira fase. Temos que respeitar a competição o tempo todo. O primeiro objetivo nosso na quarta-feira é jogar bem, o mando de jogo tem que prevalecer em qualquer campeonato. Falei para os jogadores que vai ser cobrado agora a 12ª rodada. Temos que manter a performance de 100%, sabemos que existe uma possibilidade de programação especial na quarta-feira, mas não podemos perder o foco do campeonato. A competição, quando acabar a primeira fase, muda tudo, são quatro equipes que classificam dois e é outra história.”

AUSÊNCIA DE JANCARLOS
“O Jancarlos se apresentou com uma dor lombar e deveria estar no clube para tratamento. Eu como treinador fiquei surpreso com isso tudo (a ausência do jogador na sexta-feira, nos treinamentos). Eu não lamento falta de atleta nenhum. Eu acho que temos um grupo qualificado, em cada posição temos jogadores com qualidade para substituir. Definimos que o Nei entraria e ele fez uma ótima apresentação hoje aqui. O Jancarlos eu acho que está numa temporada excelente. Temos que escutar o jogador, ver o que aconteceu. Eu conto com ele para a temporada inteira. Temos que ver o que aconteceu.”



Últimas Notícias