O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
18 fev 2008 - 10h12

Mais um marco para a história

Não foi e nem será a primeira e última vez que o Furacão fará história no futebol paranaense.

Está conquista de igualar a marca do Furacão / 49 foi uma façanha que demorou exatamente 59 anos para acontecer.

Mas agora o Furacão / 08 pode ampliar está marca e colocar mais desafios para as futuras equipes em quebrar a nova pontuação de vitórias consecutivas.

Eu como todo bom atleticano, estou torcendo para que isso ocorra e além da quebra que seja ampliado a marca.

O nosso objetivo principal é chegar à conquista do campeonato e isso é o foco principal, mas como já chegamos até aqui, não custa deixar uma marca histórica para que leve este Furacão /08 ao topo das conquistas este ano.

Como disse anteriormente. Isso é uma grata surpresa para mim, o desempenho desta equipe. Quem a viu ano passado não pensava que seria uma temporada como está.

Eu estou feliz com tudo e agradecido pelo excelente desempenho técnico de Ney Franco em colocar o time nos trilhos. Somente ele foi o responsável por tudo isso.

Colocou na mente dos jogadores a responsabilidade de jogar em um clube como o Atlético Paranaense e também o valor que a torcida tem. Como também o seu modo de atuar sem queimar etapas e nem lançar prata da casa sem condições de atuar no profissional.

Eu só tenho a agradecer a Ney Franco pela conquista de ontem em União da Vitória com aquela bela goleada para igualar a marca histórica e demonstrar que os Furacões tiveram as suas épocas distintas, mas o mesmo espírito guerreiro que sempre marcou as equipes rubro negras.



Últimas Notícias

Opinião

Um Athletico! Uma vida!

E lá se vão 49 anos. Isso aí, 49! Ano do Furacão! E como vivi esse Athetico! E como estou vivendo, feliz e não menos…