18 fev 2008 - 23h38

Zagueiros têm mostrado vocação para fazer gols

Os zagueiros do Atlético têm provado neste Campeonato Paranaense que não são só bons na hora de afastar a bola da meta do goleiro Vinicius. O trio defensivo formado por Danilo, Rhodolfo e Antonio Carlos também tem mostrado pontaria e faro de gol.

Dos 33 gols marcados até agora pelo Rubro-Negro neste Estadual, o trio foi responsável por 10. O zagueiro artilheiro do Furacão é Antonio Carlos, que até agora já balançou cinco vezes as redes adversárias. O defensor também é o vice-artilheiro da equipe no Paranaense, atrás do atacante Marcelo Ramos, que já marcou dez gols. Danilo fez três e Rhodolfo, dois.

Um dos grandes responsáveis por esses números da defesa atleticana é o técnico Ney Franco. Nos treinamentos no CT do Caju, ele tem treinado o posicionamento dos atletas em cobranças de falta. As jogadas têm se repetido nas partidas e vêm se resultando em gols nesta temporada 2008. O torcedor atleticano já se acostumou em ler ou vir essa frase: "Cobrança de falta de Netinho, e gol de cabeça de um zagueiro".

Assim, as bolas áreas, que por muito tempo foram o pesadelo do Atlético, hoje estão sendo o grande trunfo da equipe. Mas não é só como elemento surpresa que o trio atleticano vem dando trabalho. Na defesa, Danilo, Rhodolfo e Antonio Carlos também estão se destacando. Afinal, o Atlético tem a defesa menos vazada da competição com apenas cinco gols sofridos.



Últimas Notícias

Opinião

Céu e inferno

Qual a semelhança entre Casemiro Mior, Flávio Lopes, Heriberto da Cunha, Ricardo Drubscky, Leandro Ávila e Fabiano Soares? E entre Geninho, Antonio Lopes, Paulo Cesar…