20 fev 2008 - 11h33

Jancarlos e Atlético não entram em acordo

A mais nova novela do futebol brasileiro vai ganhar mais um capítulo. De acordo com a Rádio CBN, Jancarlos e Atlético Paranaense não chegaram a um acordo na reunião realizada nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro. Além do lateral, participaram seu procurador, Paulo Thebalde, e o presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Mario Celso Petraglia.

O empresário do atleta e o presidente Petraglia combinaram de conversar novamente nos próximos dias. "Não houve acordo financeiro com Petraglia e ficamos de conversar ate sexta-feira", afirmou.

Segundo Thebalde, a solução mais provável para o caso será a transferêcia de Jancarlos para outro clube.

Ameaça de seqüestro

Na entrevista à CBN, o procurador de Jancarlos levantou um fato novo sobre o caso. Segundo ele, o motivo da viagem de Jancarlos para o Rio de Janeiro teria sido uma suposta ameaça de seqüestro à filha do jogador.

"Teve uma visita de dois policiais ao CT do Caju e havia uma possibilidade de seqüestrar a filha de um atleta. O Jancarlos ficou conturbado. O Maculan afirmou que seria a filha dele que estaria sofrendo ameaça de seqüestro. Foi passado isso à esposa dele, e a única solução foi virmos embora para o Rio de Janeiro", afirmou Paulo Thebalde. "Por ele, ele voltaria, mas como ele vai convencer a esposa, que está totalmente amedrontada? Esse é o ponto: a mulher dele não quer voltar", acrescentou.

Assim, além da questão contratual, o procurador afirmou que há a vontade da família do jogador em não permanecer em Curitiba. "São dois impasses: o salarial e o de ordem familiar", finalizou.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Em defesa do título

Pouco mais de um ano depois de levantar a taça da Copa do Brasil, o Athletico retorna à competição no confronto pelas oitavas de final,…