21 fev 2008 - 0h00

Torcida saudou craques de 1949 de maneira especial

A torcida atleticana também fez uma bonita homenagem aos jogadores do passado que vestiram a camisa do clube no emblemático Furacão de 1949. Representados por Laio, Nilo, Waldomiro, Viana, Jackson e Cireno, o histórico esquadrão campeão Paranaense de 49 será para sempre lembrado com carinho e orgulho pela nação atleticana. Na noite desta quarta-feira, na Kyocera Arena, quando os atletas daquele time entraram no gramado da Baixada foram saudados um a um pelos Rubro-negros.

Os mais festejados foram o goleiro Caju e o ponta esquerda Cireno, que ganharam versões adaptadas de famosas músicas da torcida para homenagear seus ídolos. Sob o coro de “é o melhor goleiro do Brasil: Caju!”, os atleticanos lembraram com emoção do maior ídolo da história do clube, falecido em 2001, que batizou o Centro de Treinamentos do Atlético. Já Cireno Brandalise, que estava presente na festa que reuniu duas gerações do Furacão, pôde ver a bonita homenagem feita pela torcida, que em coro gritou: “êo, êo, o Cireno é o terror!”.

Além deles, todos os demais titulares do supertime do Atlético de 1949 formam lembrados pelos mais de 15 mil atleticanos presentes no jogo: Laio; Nilo (Délcio) e Waldomiro; Waldir, Wilson e Sanguinetti; Viana, Rui, Neno, Jackson e Cireno.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Novo “Timoneiro”

Sim.. Estava na cara.. Eduardo Barros, apesar de muito promissor e ser Sim, um nome para treinar a equipe rubro negra.. Ainda estava “Cru” e…