O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
27 fev 2008 - 11h37

É dificil ficar quieto…

Gostaria de não estar participando do “bate-boca” (ou bate-teclas) neste site, gostaria sim de estar tomando conhecimento das boas notícias, como as do inicio do ano.

Sócio Furacão Janeiro2007 (Fila FGVS/243/4/50. Ao assinar o contrato fui induzido a colocá-los em meu nome, pois seria o responsável pelo débito em conta (eu, minha esposa e meu filho). Teria direito a três votos (prestem atenção: teria direito a três votos).

Na abertura da campanha 2008, o meu sobrinho (passei o ano todo tentando convecê-lo a tornar-se sócio) pegou a senha 08 (o sacrificio naquele dia? Não há necessidade de relembrarmos) adquiriu mais três cadeiras (Fila M GVI), e como os dois outros (meu filho e mais um sobrinho) não estavam presentes na hora do contrato (o Lucas esteve insistentemente na Kyocera até finalizar a compra) as três cadeiras estão no nome do Lucas.

Na minha renovação optei pelas mesmas cadeiras, primeiro pelo comodismo, e depois porque não havia cadeiras disponíveis na GVS.

Juntem o preste a atenção = mesmo continuando ser o responsável pelas ditas cujas, o funcionário (também Lucas) muito atencioso, “exigiu” o contrato individual (minha esposa e minha afilhada – ex-coxa – que eu consegui converter!). E agora dos três votos que nós tinhamos, passei a ter um só. E vai acontecer com todos aqueles que juntaram as cadeiras.

Apareçam tantas quantas oposições. E, ainda tem gente que acredita. “Ninguém prega prego sem estopa”.

Quanto à campanha dos contra, não adianta. Adquirimos mais três cadeiras, na família já temos doze.

Continuo apelando aos amigos, façam parte da família Furacão e continuem criticando, pois, nós Sócios, teremos muito mais razão para a crítica.

O valoroso atleticano que deu o seu depoimento da escuta do Maculan (Jotinha) tem toda a razão. Hoje escutei com os meus próprios ouvidos (BandNews) a confirmação do nosso grande “batalhador” Maculan: “Futebol é assim mesmo”.

Escutando a mesma ladainha de sempre, dá a imensa vontade de responder amém e não voltar à Kyocera. Mas e daí? Pode resolver o meu “ego”!

Mercenários? Não existem mercenários. Não se esqueçam são apenas jogadores (como qualquer jogador = baralho, cavalos, galo, lutas livre, etc). Foram “criados” para apostas = onde o lucro for maior, é para lá que vamos…

Conclusão da Arena? Aguardar a decisão da FIFA para a escolha de Curitiba. “Apostar” na ajuda do Dom Ricardo (CBF)? O dinheiro da venda dos KK? FF? J? PA? M? etc. Eu “aposto” que está guardadinho, esperando o início das obras.

Basta!

Nos acostumemos: fomos o ícone neste turno que não valeu nada. Na próxima fase (Que Deus nos ajude e… bastante!)

Ah! O Corintinha deverá poupar os seus titulares (Deus já está nos ajudando).

Saudações aos irmãos atleticanos! Escrevam para o site. A opinião é individual, digo mais, é mais um desabafo que poderá, mais tarde, reverter em algo de bom ao “El Huracan”.



Últimas Notícias