2 mar 2008 - 20h24

Ney: "Gostei do jogo, mas temos muito a evoluir"

Goleada na Baixada, invencibilidade garantida, liderança isolada e um chute pra afastar qualquer fantasma. Esse foi o balanço deste domingo, quando o Atlético reencontrou o caminho das vitórias e goleou a equipe do Toledo, pelo placar de 4 a 1. Mesmo mostrando que precisa da confiança da torcida e dominando o jogo, os comandados de Ney Franco não escaparam das avaliações certeiras do comandante atleticano. “Achei que a equipe mostrou hoje que temos algumas coisas a evoluir, mas gostei muito do nosso jogo. Temos todas as condições de enfrentar o Corinthians de Alagoas e definir nossa classificação, que é o nosso principal objetivo num primeiro momento”, comentou o treinador.

Na partida deste domingo, Ney Franco preferiu colocar a equipe principal em campo já pensando no importante compromisso pela Copa do Brasil e ficou satisfeito com o desempenho da equipe. Aliás, assunto que foi predominante em seus comentários à imprensa esportiva após a goleada. “Sabemos que a equipe não jogou bem em Maceió e já reavaliamos isso. Hoje demos mostras que estamos com uma equipe forte e temos totais condições de lutar pelos títulos do Paranaense e da Copa do Brasil. Vamos atrás deles e queria passar à torcida que vamos trabalhar com tranqüilidade e critério esta semana porque queremos a classificação na quinta-feira”.

O treinador também falou sobre o potencial de Alan Bahia, defendeu a atuação do zagueiro Rhodolfo, comentou sobre a volta de Valencia e Marcelo Ramos, além dos lesionados Tiago e Wallyson. Confira abaixo as principais declarações de Ney Franco:

O JOGO
“Definimos o placar no primeiro tempo e, durante o segundo, limpamos os cartões do Netinho, que não joga contra o Iraty, para entrar na outra fase com os cartões zerados. Tem ainda o Nei, que também tomou terceiro cartão amarelo, mas já viemos para esta partida com tudo isso programado e conseguimos fazer isso. Achei que a equipe mostrou hoje que ainda tem algumas coisas a evoluir, mas gostei muito do nosso jogo. O Alan Bahia saiu muito bem para o ataque e tem muita qualidade para isso. Criamos alternativas durante o jogo para mudarmos a partida, como usar o Netinho na meia no transcorrer da disputa".

O RESULTADO
“Avalio que fizemos um bom jogo hoje e estamos indo embora agora sabendo que temos todas as condições de enfrentar o Corinthians na quinta-feira e definir nossa classificação, que é o nosso principal objetivo num primeiro momento”.

LATERAL DIREITA E ACERTOS NA EQUIPE
“Acho que precisamos treinar muito ainda. O Alan Bahia já demonstrou desde o jogo contra o Corinthians que tem potencial para jogar na lateral. Mas todos acabaram indo mal naquele jogo, não foi uma partida para a gente ter um parâmetro para definir nada. Após aquele jogo falei numa entrevista que pouparia jogadores para a partida de hoje, mas, em função da necessidade de acertar nossa equipe para o jogo de quinta, revi meus conceitos e decidir usar essa formação hoje e acredito que a equipe evoluiu muito. Se jogarmos na quinta como jogamos hoje, temos todas as condições de atingir nosso objetivo e passar pra outra fase, além de ganharmos tempo para acertar melhor o nosso time”.

RHODOLFO
“Achei que o Rhodolfo jogou bem, me desculpe a opinião de vocês, mas eu achei que ele jogou bem sim. Tomamos o gol, apesar de nossa equipe não ter o costume de levar gols, mas o vi saindo bem para o ataque e participando bem da parte ofensiva. Não sou o dono da verdade, mas na minha avaliação ele jogou bem”.

CONTRATAÇÕES
“A gente acaba sendo prolixo e repetitivo, mas nós precisamos de algumas alternativas para a nossa equipe, vocês sabem disso. Já passei isso a vocês na última coletiva, a gente já está olhando isso e já tivemos possibilidades de trazer alguns jogadores para cá, mas que não eram interessantes para nós no momento. Não adianta incharmos o grupo, temos que ter tranqüilidade na hora de contratar porque estamos trabalhando agora com um grupo de 27 jogadores. Temos dificuldades para chegarmos nesse ponto, me lembro que peguei o elenco com 42 atletas e é impossível trabalhar com esse número. Precisamos de algumas contratações, mas que sejam pontuais. Não adianta sairmos no mercado e trazer 10 jogadores, precisamos ter critérios”.

RECADO À TORCIDA
“Queria passar à torcida que vamos trabalhar com tranqüilidade esta semana porque queremos a classificação na Copa do Brasil no jogo de quinta-feira. Depois iremos jogar contra o Iraty, ainda pela fase de classificação do Paranaense, e em seguida temos uma semana cheia para trabalhar. Então vamos fazer isso com muita tranqüilidade e critério para que possamos lutar pelo título do Paranaense e da Copa do Brasil”.

VALENCIA E MARCELO RAMOS
“O Valencia não nos preocupa, ele vai ter condições para o jogo de quinta-feira. A questão do Netinho e do Nei, eles já vieram hoje para o jogo para forçarem o terceiro cartão amarelo. O Valencia, quando sentiu, ele poderia até voltar para o jogo, mas a minha intuição mostrou que eu deveria substituí-lo. Pelo que o nosso departamento médico me passou, ele tem todas as condições para jogar na quinta-feira. Já o Marcelo Ramos estava entregue à preparação física e nesta semana ele já treinou forte na parte física. Amanhã ele treinará novamente e na terça, se conseguir participar do coletivo, se sentirmos confiança e ele não sentir dor, ele vai para o jogo”.

COPA DO BRASIL
“Em termos de competição, avalio que tivemos um bom resultado em Maceió, pois empatamos e fizemos um gol na casa do adversário. Porém, avalio que a equipe não jogou bem e já reavaliamos isso. Hoje optamos por colocar a nossa equipe principal para não começar a criar fantasmas. Nossa equipe vinha de uma sucessão de resultados positivos, daí empatamos com o J. Malucelli e o Corinthians de Alagoas e começaram a aparecer fantasmas. Não digo da parte da torcida ou da imprensa, mas no próprio clube e entre os jogadores. Então acho que hoje demos mostras que estamos com uma equipe forte e como qualquer equipe grande, temos tropeços e ainda estamos invictos. Temos totais condições de lutar pelos títulos do Paranaense e da Copa do Brasil e vamos atrás deles”.

WALLYSON E TIAGO
“Nós temos dois jogadores do departamento médico, o Wallyson e o Tiago, que de imediato não têm condições de jogo. Eles voltaram agora a trabalhar fisicamente, os dois não tiveram pré-temporada, por isso estamos dando base na parte física a eles e aos poucos vamos colocá-los para trabalhar com bola. O Tiago já participou ontem do nosso trabalho, mas o Wallyson não diretamente com o grupo. Mais uns 30 dias e acredito que iremos começar a utilizá-los”.



Últimas Notícias