6 mar 2008 - 23h16

Ney Franco: "Peço desculpas à torcida"

Após a eliminação na primeira fase da Copa do Brasil, depois de ser derrotado nas penalidades pelo Corinthians Alagoano por 4 a 3, nesta quinta-feira, na Kyocera Arena, o clima no vestiário do Atlético era de tristeza. O técnico Ney Franco pediu desculpas à torcida atleticana e afirmou que o planejamento da equipe para 2008 foi desfeito. "A Copa do Brasil era a prioridade no primeiro semestre e nós não tivemos competência", afirmou, visivelmente frustrado com a precoce eliminação do time.

Confira abaixo a entrevista coletiva do treinador atleticano:

Desculpas ao torcedor
"Eu acho que é o momento de termos tranqüilidade. É difícil para mim chegar e explicar uma desclassificação tão precoce. Peço desculpas ao torcedor, nós nos preparamos tanto e tropeçamos logo na primeira rodada. Mas agora temos que lutar pelo título do Campeonato Paranaense. Tenho que recuperar os atletas dentro de campo e brigar por essa conquista. Por mais que a gente saia daqui frustrado, a gente tem que voltar de cabeça erguida e pensar no Estadual."

Planejamento
"A desclassificação precoce significa um planejamento todo desfeito. Nos nós preparamos muito. A Copa do Brasil era a prioridade no primeiro semestre e nós não tivemos competência. Nós treinamos as penalidades no treino desta terça-feira, os melhores bateram hoje, mas não deu certo."

O jogo
"Eu avalio que nós fizemos uma partida equilibrada. Quando sai uma tabela você vê um adversário, e acha que vai ter facilidade de passar a próxima fase. Mas não. A equipe do Corinthinas Alagoano é bem montada, soube neutralizar nossas jogadas."

Análise das últimas partidas
"No jogo contra o J.Malucelli, nós jogamos com uma equipe mista. Depois, pelo jogo de ida da Copa do Brasil, na casa do Corinthians Alagoano, empatamos em 1 a 1. No jogo contra o Toledo, jogamos bem e ganhamos de 4 a 1. E hoje foi um jogo equilibrado e não tivemos competência de ganhar."

Futuro
"Primeiramente tenho que olhar o calendário todo. Temos três competições pela frente. No Paranaense estamos classificados para outra fase. Na hora que definir o nosso adversário, a gente começa a trabalhar em cima dessa partida. A partir disso vamos começar um planejamento no Estadual. Amanhã a tarde vamos reunir o grupo, conversar para avaliar o trabalho. Mas o que tenho que fazer agora é levar os jogadores para dentro do campo e dar continuidade no trabalho para o Campeonato Paranaense."

Experiência dos jogadores
"Eu acho que nosso grupo tem jogadores experientes. A maioria é inteligente. E difícil sentar aqui agora para analisar se a equipe vai cair de rendimento, não tem jeito de prever isso. No meu papel como treinador, tenho que ir para campo amanhã e começar a remontar a equipe. Temos que pensar no jogo contra o Iraty, se vamos com o time titular, ou reserva. Então é em cima disso que vamos trabalhar. Vamos cobrar dos atletas para continuarmos bem no Paranaense. Estou neste momento frustrado como os torcedores, a diretoria, e os jogadores, mas nos cabe agora dar uma seqüência no Estadual. Se tínhamos quatro competições no ano, uma ficou para trás."

Claiton, Ferreira e Jancarlos
"É difícil avaliar se o Ferreira, o Claiton e o Jancarlos estivessem aqui, nós teríamos passado para outra fase. Digo que teríamos mais opções no elenco, porque lógico que perdemos opções. Mas não jogo a eliminação em cima desses três jogadores que saíram. A gente tropeçou feio, a Copa do Brasil tem esse histórico de uma equipe menor surpreender."

Contratações
"Não temos novidades para passar ao torcedor em termos de contratação. O Atlético tem uma forma de trabalhar e no momento oportuno será divulgado algum reforço. Existem coisas sendo trabalhadas, mas não podemos falar nomes porque o mercado é muito competitivo".



Últimas Notícias