16 mar 2008 - 23h41

Ney Franco explicou as substituições

O técnico Ney Franco participou do programa Esporte Show 21 neste domingo e explicou aos presentes e ao público as razões pelas quais sacou o lateral-direita Nei e colocou o jovem Choco em seu lugar. Ney foi questionado pelo comentarista Fernando Lisboa, que não entendeu por que razão o meia Irênio não foi sacado. "As substituições no segundo tempo foram em cima de fazer alguma coisa diferente. Já tinha 30 minutos de segundo tempo e não conseguíamos chegar. Eu quis colocar o Choco no ataque para jogar com três atacantes. Eu não quis tirar alguém do meio-campo porque ficaríamos com o meio muito aberto. O Irênio, por mais que não estivesse bem, estava preenchendo um espaço. Se eu tirasse o Irênio, o Jumar poderia desequilibrar ali atrás", disse Ney.

O técnico observou que Rhodolfo passou a ocupar o espaço da lateral-direita e a idéia era pressionar o Paraná com três atacantes. "Eu quis trazer o Rhodolfo para fazer um lateral, como se joga muito na Europa. O meu objetivo era ter o Choco na direita, o Willian na esquerda e o Marcelo centralizado. A nossa equipe ficou muito ofensiva, mas em alguns momentos a nossa equipe pecou na parte técnica. E ainda o Paraná foi muito bem na parte defensiva", explicou.



Últimas Notícias

Opinião

Céu e inferno

Qual a semelhança entre Casemiro Mior, Flávio Lopes, Heriberto da Cunha, Ricardo Drubscky, Leandro Ávila e Fabiano Soares? E entre Geninho, Antonio Lopes, Paulo Cesar…