16 mar 2008 - 23h05

Torcida voltou a protestar contra saída de jogadores

Dez dias depois da inesperada eliminação da Copa do Brasil e na mesma semana em que teve sua séria invicta encerrada com a derrota para o Engenheiro Beltrão, o reencontro do torcedor atleticano com o time na Arena foi melancólico. Contra o Paraná Clube, a lembrança amarga dos recentes tropeços não evitou que a torcida continuasse apoiando o time, mesmo após o gol dos tricolores, assinalado aos 26 minutos do primeiro tempo.

Só que a demora nas substituições, principalmente do meio-campo Irênio, que não foi bem, começou a irritar a torcida nas arquibancadas. Mais uma vez os gritos de jogadores que passaram no clube foram lembrados, como Ferreira e Claiton. Negociados recentemente com o mercado internacional, os jogadores já haviam sido lembrados pela torcida nas partidas contra o Toledo e Corinthians Alagoano.

Porém, a paciência se esgotou mesmo depois dos 30 minutos do segundo tempo. A torcida trocou os tradicionais gritos de incentivo ao time pelos gritos de protesto, principalmente contra o presidente do Conselho Deliberativo Mário Celso Petraglia.



Últimas Notícias

Opinião

Céu e inferno

Qual a semelhança entre Casemiro Mior, Flávio Lopes, Heriberto da Cunha, Ricardo Drubscky, Leandro Ávila e Fabiano Soares? E entre Geninho, Antonio Lopes, Paulo Cesar…