19 mar 2008 - 21h22

Atlético e presidente Petraglia são denunciados pelo TJD

O Atlético Paranaense, o árbitro Maurício Batista dos Santos e o presidente do Atlético, Mário Celso Petraglia, foram denunciados nesta quarta-feira(19), Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-PR), pelos incidentes ocorridos no domingo (16), na partida Atlético x Paraná, na Kyocera Arena. Um torcedor, não identificado pelo clube, atirou um objeto no gramado (identificado como uma bala doce) que atingiu o meia Cristian, do Paraná Clube.

O árbitro foi enquadrado no artigo 266 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva(CBJD) – deixar de relatar as ocorrências disciplinares da partida, prova ou equivalente, ou fazê-lo de modo a impossibilitar ou dificultar a punição de infratores, deturpar os fatos ocorridos ou fazer constar fatos que não tenha presenciado. A pena varia de 120 a 730 dias de suspensão.

Já o Atlético Paranaense e o presidente Mário Celso Petraglia foram denunciados com base no artigo artigo 213 do CBJD – Deixar de tomar providências capazes de prevenir ou reprimir desordens em sua praça de desportos. A pena pode variar de R$ 50 mil a R$ 500 mil, além da perda do mando de campo de uma a três partidas.

“Agora cabe ao Tribunal acatar ou não a denúncia. Por isso, ainda não é possível precisar se haverá e quando será a punição aos envolvidos”, explicou a procuradora Manuela Garcia, responsável pela denúncia com base nas imagens apresentadas pela RPC TV.

Petraglia também foi denunciado com base em uma gravação que mostraria o presidente do Atlético xingando o árbitro Maurício Batista dos Santos.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Vamos, Ó Meu Furacão…

O Athletico vive situação delicada no Brasileirão, na zona de rebaixamento. A equipe buscava reagir – eram oito jogos sem triunfos (três empates e cinco…

Copa do Brasil

Em defesa do título

Pouco mais de um ano depois de levantar a taça da Copa do Brasil, o Athletico retorna à competição no confronto pelas oitavas de final,…