9 abr 2008 - 22h52

Com dois de Wallyson, Atlético goleia o Operário em amistoso

O Atlético goleou o Operário Ferroviário por 4 a 1 em amistoso realizado na noite desta quarta-feira no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. A partida serviu para a equipe ponta-grossense se preparar para a disputa da segunda divisão do Campeonato Paranaense e para dar ritmo de jogo aos jogadores do Atlético que não vêm tendo a oportunidade de jogar com freqüência. O time B atleticano foi dirigido pelo auxiliar técnico Tico. O atacante Wallyson jogou 60 minutos e marcou dois gols.

O Furacão começou melhor a partida, contando especialmente com o trio ofensivo Tiago, Rogerinho e Wallyson. Aos 8 minutos, a equipe chegou a marcar um gol em cobrança de falta, mas o árbitro anulou o tento porque a falta deveria ser cobrada em dois lances. Mas logo depois, saiu o primeiro gol. Rogerinho aproveitou uma bobeada do zagueiro Gerson, driblou o goleiro Dida e mandou para o fundo da rede.

O Operário Ferroviário empatou cinco minutos mais tarde, em cobrança de pênalti cometido pelo goleiro João Carlos. Gonzalo bateu no canto direito, João Carlos fez a defesa, mas o próprio Gonzalo pegou o rebote e empatou o jogo.

O Atlético não se abalou e continuou pressionando. Aos 28, Wallyson recebeu lançamento na entrada da área e chutou para marcar seu primeiro gol com a camisa do Atlético – ainda que em partida amistosa. O atacante potiguar deverá ficar no banco de reservas no jogo deste sábado contra o Toledo, pela semifinal do Campeonato Paranaense. O Rubro-Negro chegou a marcar mais um gol no primeiro tempo, mas o árbitro anulou o lance marcando falta do zagueiro Leandro Bambu.

Vitória consolidada

Logo no início do segundo tempo, uma disputa mais ríspida gerou um entrevero entre alguns jogadores e culminou na expulsão de Mateus, do Atlético, e de BA, do Operário. O terceiro gol atleticano saiu aos 11 minutos. Kaio bateu escanteio e Wallyson cabeceou para marcar seu segundo gol no jogo.

Aos 34 minutos, Rogerinho fez boa jogada e tocou para Eduardo Salles marcar o quarto gol do Furacão. Logo depois, Eduardo Salles chutou na trave e quase fez o quinto. Nos últimos minutos, não houve lances de perigo e o Atlético administrou a vitória.

Elogios

Ao final do jogo, o técnico Tico elogiou o desempenho dos atletas e comentou a utilidade do amistoso. "É uma garotada nova, mas com um potencial muito grande", disse. "Alguns jogadores estão voltando de lesão, como o Tiago, e estamos com uns garotos novos. O Alex [Sandro], que entrou no final, é de 1991. Jogador tem de jogar, não adianta ficar só treinando", observou o auxiliar.

O atacante Wallyson, principal atração do Atlético na partida, também foi bem avaliado por Tico. "A idéia era aproveitá-lo por 45 minutos, mas ele estava muito bem no jogo e eu quis deixar ele um pouco mais", finalizou.

Amistoso – (09/04/08) – Operário 1 x 4 Atlético
L: Germano Krüger; H: 21h00; A: Vanderson de Almeida (PR); CA: Roberto, Rafinha, Jajá; CV: Mateus e BA; P: 2.686; G: Rogerinho, aos 14, Gonzalo, aos 19, e Wallyson, aos 28 do 1º; Wallyson, aos 11, e Eduardo Salles, aos 34 do 2º.

OPERÁRIO: Dida; Cleber, Jajá, Gerson (Rogério) e Alex; Xuxa, Diogo (Alan), Ritson (BA) e Rafinha; Thiago Silva (Clay) e Gonzalo (Alex). T: Rodrigo Muller.

ATLÉTICO: João Carlos; Erivelton (Douglas Catita), Leandro Bambu, Matheus e Michel; Roberto (Vinícius), Renan, Kaio (Choco) e Tiago (Ronaldo); Wallyson (Eduardo Salles) e Rogerinho (Alex Sandro). T: Tico.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Novo “Timoneiro”

Sim.. Estava na cara.. Eduardo Barros, apesar de muito promissor e ser Sim, um nome para treinar a equipe rubro negra.. Ainda estava “Cru” e…