11 abr 2008 - 7h59

Manchetes atleticanas desta sexta-feira

Atlético cobra “direito de narração”
A diretoria do Atlético entrou ontem em uma grande briga. Mesmo sem existir posição pacificada na Justiça sobre o tema, o clube anunciou que irá cobrar das rádios – assim como é feito na relação com as emissoras de televisão – pelo direito de transmissão dos jogos. A medida será implantada a partir do Campeonato Brasileiro.

 

Atlético quer cobrar das rádios
Mais uma atitude da diretoria do Atlético promete causar muita polêmica nos meios radiofônicos de todo o País. Ontem o clube emitiu um comunicado – através do site oficial e que será publicado em jornais de circulação nacional – no qual notifica todas as emissoras de rádio que a partir de 10 de maio – início do Campeonato Brasileiro – as transmissões de jogos do Furacão, dentro ou fora de Curitiba, serão pagas.

 

Do Atlético para as rádios: “é pagar ou calar”
Para liberar transmissão radiofônica, clube vai cobrar valores oito vezes mais altos que os de jogos de Copa do Mundo.

 

Atlético-PR cobrará das rádios no Brasileirão
O Atlético Paranaense anunciou que a partir do Brasileirão deste ano as emissoras de rádios que quiserem transmitir as partidas do clube no nacional terão que pagar, independente se a partida for de mando do clube ou não. Com isso, foi estipulado o valor de R$ 15 mil por partida ou R$ 456 mil o pacote, que envolve as 38 partidas.

 

Atlético quer cobrar direitos das emissoras de rádio
Por meio de um comunicado oficial, o Atlético-PR anunciou na tarde de ontem que passará a cobrar das emissoras de rádio os direitos de transmissão de suas partidas. A medida, que entra em vigor a partir do início do Campeonato Brasileiro, no dia 10 de maio, determina a cobrança de R$ 15 mil por partida transmitida, ou de R$ 456 mil pelo pacote dos 38 jogos da competição nacional.

 

ATLÉTICO VAI COBRAR POR TRANSMISSÃO DE RÁDIO
As rádios que quiserem transmitir os jogos do Atlético no Campeonato Brasileiro, tanto os que serão realizados em Curitiba quanto aqueles fora da capital paranaense, terão que pagar R$ 15 mil por partida. Em comunicado publicado ontem em seu site, o clube ainda colocou à disposição dos interessados um pacote com todos os 38 jogos ao preço de R$ 456 mil.

 


Últimas Notícias

Copa do Brasil

Vamos, Ó Meu Furacão…

O Athletico vive situação delicada no Brasileirão, na zona de rebaixamento. A equipe buscava reagir – eram oito jogos sem triunfos (três empates e cinco…

Copa do Brasil

Em defesa do título

Pouco mais de um ano depois de levantar a taça da Copa do Brasil, o Athletico retorna à competição no confronto pelas oitavas de final,…