O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
16 abr 2008 - 11h06

Lembrete 2

O momento é de muita reflexão por parte de nós Atleticanos. Vamos aos fatos.

1) Seremos campeões? Sim, com toda a certeza. Apesar de termos alguns cornetas que lutam contra. É só lembrar das vaias…

2) Para o Brasileiro esse time basta? Não, e precisa de qualidade! Não discuto os jovens Pimba e Wallisson. São promessas e assim como Kleberson, Adriano, Kelly, Lucas e outros foram, espero que dêem certo. Assim, também, como outras promessas no atual elenco.

3) Cobrança das rádios: quem é o ator principal do espetáculo? O Atlético Paranaense! E é em favor do Atlético que devemos nos posicionar. Diante disso, nada mais justo que coloque o valor que achar justo pelo serviço prestado. (direito de arena como queiram). Alguém já viu alguma rádio ou TV transmitir ao vivo uma peça de Teatro? Não! É um caso semelhante, com a diferença que as rádios além de transmitirem o espetáculo de futebol, ganham e bem em cima disso. O clube, GANHA as críticas de alguns mal amados que não aceitam a modernidade do Atlético. Logo, que paguem financeiramente a que o clube tem direito.

4) Vaias: não pude ir ao jogo neste domingo próximo passado. Sei que foi um jogo de qualidade técnica baixa, ou altíssima para quem o adversário que se defende. Depende do ponto de vista analisado. Mas o que importa é que vencemos. Mais uma vez vencemos!

E pensemos: se fizermos 1 gol até os 35 segundos de todos os jogos e não tomarmos nenhum, jogando bem ou mal, seremos sempre campeões! Atlético sempre vencedor!



Últimas Notícias

Opinião

Um Athletico! Uma vida!

E lá se vão 49 anos. Isso aí, 49! Ano do Furacão! E como vivi esse Athetico! E como estou vivendo, feliz e não menos…