25 abr 2008 - 21h47

CBF proíbe venda de bebidas alcoólicas nos estádios

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) assinou um documento nesta sexta-feira que proíbe a venda de bebidas alcoólicas nos estádios brasileiros em partidas organizadas pela entidade. O objetivo principal é coibir a violência entre os torcedores.

O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e o presidente do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais de Justiça(CNPG), Marfan Vieira, assinaram o acordo de intenções celebrado em 31 de agosto de 2007.

Teixeira comemorou a demonstração de seriedade na busca de iniciativas que têm o objetivo de diminuir a violência e garantir a segurança do torcedor brasileiro.

"Com a proibição de venda de bebidas alcoólicas, pretende-se reduzir substancialmente a violência nos estádios, o que já está comprovado onde essa proibição acontece", justificou.

Ricardo Teixeira alertou ainda sobre a necessidade da elaboração dos Laudos Técnicos dos estádios feita com o maior rigor e seriedade, cumprindo todas as exigências previstas, sob pena de a CBF, como fez na Copa do Brasil, transferir os locais dos jogos.

"Na Copa do Brasil, 13 estádios foram interditados, e isso continuará acontecendo se os laudos de vistoria não atenderem às condições estabelecidas pelos órgãos competentes. Lembro ainda que essa questão será de fundamental importância, igualmente, para a vistoria que os membros da FIFA farão nos estádios visando à Copa do Mundo de 2014", acrescentou o presidente da CBF.

O procurador-geral de Justiça do Estado do Rio de Janeiro e presidente do CNPG, Marfan Vieira, reconheceu que a proibição de venda de bebidas alcoólicas é uma questão polêmica, mas que produziu resultados inquestionáveis.

"Uma pesquisa feita no Mineirão mostra que houve redução de 70% nos índices de violência, o que mostra o acerto da medida", finalizou.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Vamos, Ó Meu Furacão…

O Athletico vive situação delicada no Brasileirão, na zona de rebaixamento. A equipe buscava reagir – eram oito jogos sem triunfos (três empates e cinco…

Copa do Brasil

Em defesa do título

Pouco mais de um ano depois de levantar a taça da Copa do Brasil, o Athletico retorna à competição no confronto pelas oitavas de final,…