3 maio 2008 - 11h10

Escalação indefinida para a final

A grande final do Campeonato Paranaense 2008 está recheada de mistérios e polêmicas. E uma delas é o time titular do Furacão. Precisando de uma vitória com três gols de diferença para ser campeão no tempo normal, o técnico Ney Franco prometeu um time ofensivo. Para tanto, inúmeras opções surgiram, todas no esquema 3-5-2.

A meta

Vinicius será o responsável por defender o gol rubro-negro das incursões adversárias. Goleiro menos vazado da competição, terá a missão de não deixar passar nada.

A defesa

Ponto alto do time atleticano, o trio de zagueiros permanece imutável: Rhodolfo na direita, Antônio Carlos na sobra e Danilo na esquerda. Além de proteger a meta, os defensores atleticanos se notabilizaram por ajudar o ataque, principalmente nas jogadas de bola aérea.

A contenção

No 3-5-2 do técnico Ney Franco, o encargo de proteger a zaga é de Alan Bahia e Valencia. Incansáveis guerreiros dentro do campo, além de desarmar o time adversário, por vezes, os atletas ainda encontram fôlego para auxiliar o ataque, seja no quesito assistência, seja para o arremate.

A criação

Este é o setor mais gera dúvidas. No lado direito, o técnico Ney Franco poderá utilizar o lateral-direita Nei, ou improvisar o meia-atacante Rogerinho. O lado esquerdo deverá ser ocupado pelo polivalente Netinho, sendo que o apoiador Léo Medeiros também possui chances. Na faixa central, o novato meia Pimba espera atuar como titular, sendo que sua vaga é ameaçada por Netinho.

O ataque

Com o efeito suspensivo concedido pelo TJD, Marcelo Ramos vestirá a 9 rubro-negra. Seu companheiro, entretanto, permanece uma incógnita. Rogerinho, Willian e Pedro Oldoni se revezaram nos treinamentos desta semana.

Chances remotas

Alguns jogadores possuem chances remotas de participar da decisão do Paranaense 2008. O lateral-esquerda Michel, que participou da primeira partida da final, dificilmente figurará entre os titulares, ou sequer o banco de reservas, que deverá contar com seu companheiro de posição Piauí. Os volantes Zé Antônio, Chico e Renan também são opções, mas não para começar jogando. O poderio ofensivo pode contar, ainda, com o meia Irênio, bem como os atacantes Choco, Eduardo Salles e Wallyson.



Últimas Notícias