12 maio 2008 - 0h03

Ney Franco analisa vitória em coletiva

O suficiente para a vitória. Foi assim que o técnico Ney Franco analisou a estréia com vitória do Atlético no Campeonato Brasileiro, ao derrotar o Ipatinga por 1 a 0 e conquistar os primeiros pontos na competição. Nas palavras do comandante rubro-negro, se a equipe não foi brilhante ao menos teve competência para fazer o gol, anotado por Leo Medeiros aos três minutos de jogo, contra um adversário qualificado.

“Temos que comemorar essa vitória, é difícil enfrentar o Ipatinga aqui dentro, qualquer equipe que vier jogar aqui vai ter dificuldades. Vamos agora fazer valer o nosso mando de campos nos próximos jogos”, avaliou o treinador, se referindo aos próximos compromissos do Atlético no Brasileiro, contra São Paulo e Atlético-MG.

Ney gostou do primeiro tempo da equipe, elogiou o desempenho dos jogadores que entraram durante a partida – Fahel, Kaio e Wallyson – e comentou bastante sobre os reforços que a equipe precisa para o andamento do Brasileiro. Para ele, reforços na parte ofensiva são essenciais para que a equipe esteja no mesmo nível dos principais times no futebol brasileiro.

Confira abaixo os principais comentários do treinador durante a coletiva de imprensa:

O JOGO
“Foi um jogo difícil e equilibrado, qualquer equipe que jogar aqui vai ter dificuldades contra o Ipatinga. A gente tem que comemorar a vitória. Se a equipe não foi brilhante ao menos teve competência para fazer o gol e não tomar. Tivemos alternância, fizemos um primeiro tempo equilibrado e no segundo o Ipatinga esteve melhor e veio com uma formação mais ofensiva, neutralizando algumas saídas de bola nossas. Fomos felizes nas substituições, nos acertamos quando o Kaio entrou no meio, um jogador mais descansado e armando jogadas, depois o Wallyson também entrou bem, o Fahel cumpriu a função que o Antonio Carlos estava fazendo, algumas vezes saindo para o jogo, e foi o suficiente para termos a vitória. Acho que no geral fomos bem, a nossa defesa se comportou bem no jogo, já que o Ipatinga tentou entrar pelo alto, tocando e com os atacantes. Agora temos que curtir o resultado, mas já sabendo que domingo temos um jogo em casa, vamos nos preparar bem durante a semana, pois vamos enfrentar o atual campeão brasileiro. Depois ainda temos o Atlético-MG, enfim, temos tudo para fazermos bem o dever de casa, ir a seis pontos e depois buscar o novo, começando bem nessa competição”.

ADVERSÁRIO
“O histórico do Ipatinga aqui é bom, já o vi eliminando o Palmeiras, o Botafogo, então aqui dentro é difícil de enfrentá-los, então acho que não podemos avaliar essa vitória pelo nome do Ipatinga. Vou ser repetitivo, qualquer equipe que vier jogar aqui vai ter dificuldades. Temos que comemorar esse resultado e fazer valer o mando dos nossos próximos jogos. Existe um objetivo na equipe, de ao final de cada rodada olhar a tabela e, se não estivermos em primeiro, teremos que estar próximos e essa condição nós iremos buscar nesses dois próximos jogos em casa”.

REFORÇOS
“Existe sim um movimento no clube sobre reforços, mas essa questão de contratação eu deixo para essas pessoas encarregadas disso. Eu prefiro trabalhar e dar moral aos atletas que estão no grupo, não posso falar em outro atleta que não esteja no elenco. Posso falar do Kaio que entrou hoje, do Wallyson, do Fahel e do Leo Medeiros, que fez a partida pelo lado esquerdo. Temos que trabalhar com o que temos, se aparecer ou houver possibilidades de chegarem jogadores com categoria pra vestir a camisa do Atlético, eles vão chegar e ser preparados para vestir a camisa do clube”.

REFORÇOS II
“Na parte defensiva estamos com jogadores suficientes, atrás temos bons jogadores e até somos questionados quando contratamos zagueiros ou volantes. Isso é bom porque, se o Antonio Carlos não puder jogar domingo, por exemplo, entra o Alex Fraga, ou ainda temos a possibilidade de usar o Fahel. Então acho que estamos precisando de jogadores na parte ofensiva, precisamos ter mais opções nessa parte. Se a gente conseguir isso, junto a um jogador que atue na lateral-esquerda, teremos um elenco como o da maioria dos times do futebol brasileiro”.

PREPARAÇÃO
“Fizemos bons jogos até agora e temos que pegar alguns posicionamentos dessas partidas boas e debater com os jogadores nos treinamentos. Essa semana faremos isso, será uma semana cheia, sem jogo no meio da semana, então serve para qualificar o trabalho tático e criar alternativas. Vamos treinar não só a equipe que começa jogando, mas formações diferentes também, os jogadores que irão entrar durante a partida”.

JOÃOZINHO
“Se esse jogador tiver acertado e se apresentar significa que ele já passou por todos os exames. Ele eu conheço bem, é um jogador que te dá opção como atacante e como meia de ligação, finaliza bem e tem um índice de aproveitamento a gol muito bom. Dependendo da parte física dele, por estar há um tempo fora do país, não sei como está o ritmo de jogo dele, mas se ele vier trabalhar no grupo será utilizado de imediato”.



Últimas Notícias