16 maio 2008 - 8h03

Manchetes atleticanas desta sexta-feira

Liminar tranqüiliza Atlético no caso Fahel
Sob o título “Caso Fahel: não há motivos para se preocupar”, o Atlético vinculou ontem uma nota em seu site oficial tentando tranqüilizar os torcedores, após um parecer do assessor jurídico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Valed Perri, apontar que o clube havia desrespeitado normas da Fifa ao contratar e registrar o jogador – que rescindiu contrato com o Marítimo-POR – fora da janela de transferências internacionais.

 

Caso do volante Fahel já está no STJD
A polêmica envolvendo o volante Fahel chegou ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O tribunal recebeu ontem a documentação referente à transferência do jogador para o Atlético e o parecer da assessoria jurídica da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) que questiona a condição de jogo do atleta.

 

Casos de 2007 favorecem Atlético no caso Fahel
O passado depõe a favor do Atlético no caso Fahel. Na última segunda-feira, Valed Perry, assessor jurídico da CBF, enviou parecer a todas as federações de futebol do país afirmando que a utilização do volante Fahel pelo clube paranaense representa uma violação a normas da Fifa.

 

Atlético-PR não teme ser punido pela CBF
Apesar da aparente tranqüilidade por parte do Atlético-PR, o Furacão poderá ser punido com a perda de seis pontos devido a escalação do volante Fahel na vitória sobre o Ipatinga, na estréia no Brasileirão. Isso porque o jogador estava no Marítimo (POR) e só atuou devido a uma tutela antecipada conquistada na Justiça do Trabalho, já que a janela para transferências internacionais só será aberta em agosto.

 

Atlético corre risco de sofrer punição da CBF
Em meio aos preparativos para enfrentar o São Paulo, domingo, na Arena, o Atlético novamente enfrenta problemas extra-campo. A questão da vez é uma possível irregularidade na utilização do volante Leandro Fahel na estréia rubro-negra diante do Ipatinga, que pode resultar na perda de seis pontos.

 

PEDRO OLDONI TITULAR
Apesar da aparente tranqüilidade por parte do Atlético, o Furacão poderá ser punido com a perda de seis pontos devido a escalação do volante Fahel na vitória sobre o Ipatinga, na estréia no Brasileirão. Isso porque o jogador estava no Marítimo (POR) e só atuou devido a uma tutela antecipada conquistada na Justiça do Trabalho, já que a janela para transferências internacionais só será aberta em agosto.

 


Últimas Notícias

Opinião

Céu e inferno

Qual a semelhança entre Casemiro Mior, Flávio Lopes, Heriberto da Cunha, Ricardo Drubscky, Leandro Ávila e Fabiano Soares? E entre Geninho, Antonio Lopes, Paulo Cesar…