21 maio 2008 - 13h58

Roberto Fernandes assume o comando do Atlético

Juventude e ousadia. Estas foram as duas características valorizadas pelo Atlético ao decidir pela contratação do técnico Roberto Fernandes, de 37 anos. Ele chega ao Furacão para ocupar o lugar de Ney Franco, demitido na noite desta segunda-feira. O novo treinador atleticano estava dirigindo o Náutico, atual líder do Campeonato Brasileiro ao lado do Cruzeiro.

Assim como o antecessor, Roberto Fernandes é um treinador jovem e de destaque recente no cenário nacional. Apesar disso, dirigiu muito mais clubes ao longo de sua carreira (foram 17, contra apenas dois de Ney Franco quando foi contratado pelo Furacão). Além disso, Fernandes gosta de armar suas equipes de maneira mais ofensiva, ao contrário de Ney, que era adepto dos sistemas 3-5-2 e 3-6-1. No ano passado, o Náutico terminou o Brasileiro com o segundo melhor ataque da competição, com 66 gols pró.

Logo que Ney Franco foi demitido, a Furacao.com entrou em contato com o técnico pernambucano. Por telefone, ele disse que ainda não havia sido procurado por ninguém do Atlético Paranaense. Ao longo da noite, porém, o acerto acabou ocorrendo. Logo às 7h desta terça-feira, a imprensa pernambucana já anunciava o acerto de Roberto Fernandes com o Furacão. O Atlético confirmou a contratação do técnico apenas às 12h desta quarta. Roberto Fernandes concederá uma entrevista coletiva no CT do Caju às 17h30.

Carreira

Roberto Fernandes integra a nova safra dos técnicos do futebol brasileiro. Dentre todos os técnicos das equipes da Série A do Campeonato Brasileiro, Fernandes é o mais jovem. Ele tem apenas 37 anos, mas já passou por 17 clubes ao longo de mais de uma década de carreira como treinador profissional. Apesar de ter nascido em Recife e ter iniciado como auxiliar técnico no Náutico (seu clube de coração), passou a maior parte do tempo dirigindo clubes do interior de São Paulo, onde adquiriu experiência.

Em 2003, teve uma passagem pelo Londrina, na única oportunidade que teve de dirigir um clube paranaense antes do Atlético. No ano passado, conquistou o título do Distrito Federal pelo Brasiliense e ganhou certa notoriedade. Despertou a atenção do antigo clube e voltou ao Náutico. Foi aí que se tornou conhecido nacionalmente. Assumiu com a equipe na penúltima colocação, com apenas cinco pontos, e comandou uma campanha impressionante – o Timbu terminou em 15º lugar, com 49 pontos.

Mantido no cargo para esta temporada, Roberto Fernandes indicou uma série de reforços para o Timbu, como Warley, Ticão, Paulo Almeida e Ruy. A equipe foi vice-campeã pernambucana, mas começou bem o Campeonato Brasileiro. Venceu os dois primeiros jogos e assumiu a liderança, fazendo com que o nome de Roberto Fernandes ficasse em evidência. Desde o ano passado, o treinador recebeu sondagens do Coritiba, Sport, Ipatinga, Grêmio, Vasco, São Caetano e Atlético Mineiro. As duas consultas mais efetivas foram do Ipatinga e do São Caetano, mas Roberto as recusou para permanecer no Náutico.

Ficha técnica

Nome completo: José Roberto Fernandes de Barros
Data de nascimento: 05/05/1971
Local de nascimento: Recife (Pernambuco)
Clubes em que trabalhou como técnico:
1997: Ferroviário-CE
1998: Seleção Pernambucana de Beach Soccer
1998-1999: Unibol-PE (juvenil)
1999-2000: Flamengo-PE
2000: Osan-SP
2000-2001: Primavera-SP
2002: Indenpente-SP
2002: Linense-SP
2002: Londrina-PR (júnior)
12/2002/-01/09/2003: Londrina-PR
02/03/2004-13/03/2004: Guaratinguetá-SP
14/03/2004-10/2004: Anapolina-GO
12/11/200405/12/2004: São Bento-SP
06/12/2004-22/12/2004: União São João-SP
23/12/2004-10/03/2005: Ceará-CE
07/06/2005-29/01/2006: Vila Nova-GO
30/01/2006-05/03/2006: Santo André-SP
06/03/2006-25/07/2006: Vila Nova-GO
26/07/2006-16/08/2006: Ceilândia-DF
17/08/2006: Ituano-SP
2006-30/06/2007: Brasiliense-DF
01/07/2007-20/05/2008: Náutico-PE

Fonte da lista de clubes: sambafoot.fr



Últimas Notícias