22 maio 2008 - 21h43

Como apostar na Timemania pode ajudar o Furacão

A Timemania chegou no último final de semana ao seu 12º sorteio. A diferença desta para outras loterias é que o apostador não escolhe apenas números; ele pode também apostar no "clube do coração". Para quem acompanha futebol, esta particularidade é interessante porque permite avaliar o tamanho das torcidas dos clubes brasileiros. Esta é uma forma de consultar pessoas em todo o país sobre o time que elas torcem e verificar quais são as maiores torcidas do país. Este ranking de torcidas não é apenas um instrumento para brincadeiras e provocações entre torcedores; ele será fundamental para decidir quem receberá mais dinheiro da Timemania no futuro. Os vinte clubes com maior número de apostas receberão uma fatia maior da quantidade de recursos arrecadados com as apostas.

Por isso é que esta loteria é tão importante. Dos 12 sorteios já realizados, em dez deles o Atlético foi o clube paranaense mais votado, comprovando a superiodade da torcida já atestadas em todas as pesquisas realizadas nos últimos anos. Porém, um sinal de alerta soou nas últimas duas semanas, quando o Coritiba teve maior número de apostas no estado, ainda que por ligeira diferença.

Para que o torcedor saiba como funciona a Timemania e perceba a importância de contribuir apostando no Atlético como "clube do coração", a Furacao.com decidiu elaborar esta matéria especial.

Como é a divisão do dinheiro

A Timemania, loteria federal criada pela Lei 11.345/2006 mas colocada em prática somente em março de 2008, foi lançada visando a auxiliar financeiramente os clubes de futebol, em grande maioria altamente endividados, em troca da cessão do uso da imagem. Times das séries A, B e C do Campeonato Brasileiro, bem como os principais clubes de todos os estados foram convidados a participar através de adesão, cujos termos estabelecem algumas regras, tais como emissão de certidão negativa de débito pelo governo e prazo de pagamento de 15 anos, e desistência de discussões judiciais sobre débitos com a União.

Apesar de 98 clubes terem aderido, apenas 80 aparecem no volante. A partir das apostas no campo "clube de coração" será estabelecido um ranking com a quantidade de torcedores de cada equipe, visando a decidir a divisão da arrecadação. Os primeiros concursos apontaram média de R$ 800 mil de receita destinada ao abatimento das dívidas dos clubes por sorteio. A quantidade de apostadores tem variado entre 2 e 1,6 milhões por semana.

Do total arrecadado com a loteria, 22% será revertido aos clubes. Primeiramente, abatendo dívidas com a União, tais como FGTS, INSS e impostos federais. Havendo quitação das dívidas, os clubes passarão a efetivamente receber a verba advinda da loteria, podendo aplicá-la livremente.

Desses 22% arrecadados para os clubes, 2% são divididos de acordo com a colocação no ranking dos clubes, enquanto que 20% serão divididos de forma fixa com base no Campeonato Brasileiro de 2007, estabelecendo quatro grupos de clubes: grupo I para os clubes que estavam na Série A 2007 (dividirão igualmente 65% desses 20%), grupo II para os clubes da B (dividirão igualmente 25% desses 20%), grupo III (dividirão igualmente 8% desses 20%) ou grupo IV ausentes dessas competições e não constantes nos volantes (dividirão igualmente 2% desses 20%).

Porém, essa forma de divisão será modificada a partir de janeiro de 2010 e aí é que surge a importância de o torcedor atleticano fazer a sua parte. Daqui a dois anos, serão formados quatro grupos de clubes divididos de acordo com o número de votos recebidos como clube do coração. No grupo 1, ficarão os 20 clubes que mais receberem votos, cuja receita a ser dividida é de 65%. O grupo 2 será formado entre o 31º e 40º mais votado no ranking. E assim sucessivamente até o grupo 4.

A colocação do Atlético

O Atlético possui especial interesse nessa mudança, pois ocupa colocação no ranking próxima da 20ª, sendo importantíssimo ficar entre os 20 primeiros para manter a receita atual e dividir igualmente 65% dos 20% da arrecadação geral, sendo que eventual 21ª colocação o faria dividir apenas 25% dos 20% da arrecação total.

No primeiro mês de funcionamento, o Atlético foi o clube paranaense que mais “recebeu” recursos: cerca de R$ 103.874,52 (clique aqui para conferir a notícia da Furacao.com), tendo ficado em 15º lugar no geral. O Flamengo, primeiro colocado, recebeu R$ 131.253,84. Estima-se que a dívida do Atlético com a União é de aproximadamente R$ 1 milhão. Ou seja, em um ano o Atlético não mais será devedor dos cofres públicos graças exclusivamente à Timemania, podendo então efetivamente receber todos os recursos.

Como jogar

Cada aposta na Timemania custa R$ 2,00 e pode ser feita em qualquer agência lotérica. Com o volante da Timemania em mãos, o apostador escolhe 10 números, dentre os 80 possíveis. Ainda, escolhe um clube do coração, assinalando-o. Para apostar no Atlético, basta ao torcedor marcar “Atlético PR” como time do coração. Não é necessário sequer marcar os 10 números, algo feito mecanicamente. Serão sorteados 7 números. Há premiação em caso de acerto de 7, 6, 5, 4 ou 3 números. Sorteia-se, também, um clube do coração por semana.

Dos 12 sorteios já realizados, nenhum teve acertador para os 7 números, ficando o prêmio acumulado em mais de R$ 5,5 milhões. Para 6 acertos paga-se, em média, R$ 70 mil. Para 5 acertos, em média R$ 700,00. Para 4 ou 3 acertos, o prêmio é fixo: R$ 6,00 e R$ 2,00, respectivamente. Aqueles apostadores que colocaram como clube do coração o clube sorteado receberão R$ 2,00. O Atlético ainda não foi sorteado como clube do coração da semana.

Independente do acerto dos números sorteados, bastando marcar “Atlético PR” como clube do coração o torcedor estará colocando o Atlético em melhor posição no ranking de clubes, beneficiando-o na distribuição das receitas.

O ranking

O Atlético vem ocupando, em média, a 19ª colocação dos clubes mais votados, liderado por Flamengo e Corinthians, com 8% e 6,5% em média. O percentual de apostadores do Furacão varia de 1,07% a 0,99%, o que corresponde a 18.000 e 16.500 apostadores em média por semana. Os treze primeiros colocados na quantidade de apostas permanecem constantes, e são os fundadores do Clube dos 13 (Flamengo, Vasco, Botafogo, Fluminense, Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Santos, Atlético MG, Cruzeiro, Grêmio, Inter e Bahia), todos com percentuais de apostas semanais superiores a 2%. Abaixo desses, há um salto para aproximadamente 1,5%, quando aparecem Vitória, Fortaleza, Goiás, Sport, Atlético e Treze/PB, todos com média superior a 1%. Pouco abaixo, mas próximo de 1%, estão Coritiba, Ceará e Santa Cruz.

Tais percentuais colocaram o Atlético em primeiro lugar entre os paranaenses e o terceiro do sul do Brasil nos 10 primeiros concursos. O Londrina apresenta média de 0,85% dos votos (média em 30º colocado). Paraná Clube, de 0,66% (média 65º colocado). Porém, no 12º concurso o Coritiba teve 1,03% (19º colocado com 17.281 apostadores) contra 1,00% do Atlético (21º colocado com 16.767 torcedores). Por todas essas razões, é importante que a torcida atleticana continue participando e colaborando com o Furacão.

Os sorteios ocorrem aos sábados, às 20h. Mais informações, inclusive colocação semanal dos clubes, podem ser obtidas nos sites www.caixa.gov.br ou www.campeonatodocoracao.com.br.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Novo “Timoneiro”

Sim.. Estava na cara.. Eduardo Barros, apesar de muito promissor e ser Sim, um nome para treinar a equipe rubro negra.. Ainda estava “Cru” e…

Opinião

Céu e inferno

Qual a semelhança entre Casemiro Mior, Flávio Lopes, Heriberto da Cunha, Ricardo Drubscky, Leandro Ávila e Fabiano Soares? E entre Geninho, Antonio Lopes, Paulo Cesar…