22 maio 2008 - 18h25

Roberto Fernandes fará reformulação no elenco

O técnico Roberto Fernandes se apresentou ontem ao Atlético e logo em sua primeira entrevista foi questionado sobre a necessidade de reforçar o elenco. Depois de analisar um treinamento coletivo de 50 minutos, o treinador já deixou claro que entende que o time precisa de novos jogadores. "Vamos buscar reforços com a diretoria. Quantidade nós temos uma quantidade muito satisfatória, tanto que o Atlético consegue reforçar outras equipes, que conseguem conquistar título. Então, quantidade nós temos. Hoje o Atlético conta com 39 jogadores. Mas temos de buscar peças à altura de um clube que está acostumado a disputar títulos. Eu pretendo trabalhar com 34 atletas. À primeira mão, já percebi algumas peças que iremos precisar", declarou.

Como o elenco já tem 39 atletas, Roberto Fernandes quer trabalhar com apenas 34 e ainda pediu reforços, isso significa que alguns jogadores serão afastados do grupo principal. "Tive uma conversa rápida com o presidente Petraglia, mas como ele estava indo para Dubai, vou esperar o seu retorno. Pelo o que observei precisamos de alguns peças, mas não seria legal falarmos das posições", observou. "A gente vai procurar equacionar isso aí para ter um elenco com um número satisfatório e não um elenco inchado", acrescentou o treinador.

Apesar de Roberto ter preferido não apontar as posições carentes, não é muito difícil indicar quais são elas. Entre os dias 4 e 11 de maio, a Furacao.com promoveu uma enquete sobre os setores mais carentes de reforços. As posições mais votadas foram o meio-campo ofensivo (40%), ataque (29%) e lateral-esquerda (19%). As outras posições receberam menos de 5% dos seis mil votos.

"É muito cedo para eu falar que o elenco do Atlético não é competitivo. O futebol brasileiro está muito equilibrado. De repente, uma mudança de posicionamento numa peça, uma cobrança ou uma confiança um pouco maior em outra, a equipe já acaba tendo um crescimento. Com isso, ao invés de você precisar de oito, nove peças, você precisa de duas ou três e o time encaixa", comentou Roberto, que também irá avaliar alguns jogadores que não estavam sendo aproveitados por Ney Franco. "Ficou acordado que eu iria observar todos os atletas, exceto os afastados por uma questão disciplinar. Mas por questão técnica, eu irei analisar. A gente está cansado de ver um jogador que sai de um clube e depois arrebenta em outra. Então, vamos analisar", declarou.

Antes de deixar a cidade de Recife, Roberto disse que gostaria de contar com alguns jogadores do Náutico, mas por questão de ética não faria a indicação de nenhum atleta do seu ex-clube. Ele também disse que falou sobre alguns possíveis reforços com Mario Celso Petraglia. "Nessa conversa já foram falados nomes. Ele me passou alguns nomes, eu passei outros nomes para ele também", revelou.

Estrutura

Roberto Fernandes espera aproveitar a infra-estrutura do Atlético para que o time suba de produção no campeonato. "Realmente é a melhor estrutura da América do Sul. O Atlético Paranaense oferece aos profissionais tudo o que é necessário para se realizar um grande trabalho. Estou muito feliz com a oportunidade e vamos trabalhar duro para colocar o Furacão no lugar que ele merece", prometeu.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Em defesa do título

Pouco mais de um ano depois de levantar a taça da Copa do Brasil, o Athletico retorna à competição no confronto pelas oitavas de final,…