23 maio 2008 - 19h35

Vinicius avalia a mudança no esquema tático do time

Pela primeira vez nesta temporada, o Atlético jogará com uma formação tática diferente, sem a tradicional presença de um trio de zagueiros. Por opção do técnico Roberto Fernandes (um adepto do esquema 4-4-2), o Furacão jogará num “falso 3-5-2”, com o volante Chico atuando como o terceiro homem do sistema defensivo, mas jogando mais adiantado, pelo lado esquerdo ao lado de Piauí.

Para o goleiro Vinicius, apesar da mudança na forma de atuar, na prática o time não terá um comportamento defensivo prejudicado. “O sentido é o mesmo, fica sempre um na sobra. Muda as peças, mas o sentido da parte tática é o mesmo”, afirmou. A defesa do Atlético é até aqui o grande destaque do time na temporada, tendo sofrido apenas 21 gols em 31 partidas, média de 0,67 gol/jogo.

Novo treinador

Segundo Vinicius, apesar do pouco tempo de trabalho sob o comando de Roberto Fernandes, já é possível avaliar o diferente estilo do treinador. “É uma pessoa bacana, com uma metodologia diferente ao do Ney (Franco, ex-técnico do Atlético). Ele tem uma forma de incentivar e de cobrar diferente. Mas o foco é sempre o mesmo, pensamos na vitória, se possível em todos os jogos, até o final do campeonato”, disse o camisa um do Furacão.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Em defesa do título

Pouco mais de um ano depois de levantar a taça da Copa do Brasil, o Athletico retorna à competição no confronto pelas oitavas de final,…