1 jun 2008 - 20h09

Atlético sofre primeira derrota no Brasileirão

Jogando fora de seus domínios, a equipe do técnico Roberto Fernandes não teve sorte, após mostrar alguma melhora na parte tática. Depois de ter feito uma estréia sem vitória no Brasileirão, o novo técnico ainda não conseguiu os primeiros três pontos. Pior: perdeu para a equipe do Palmeiras, neste domingo, por 1 a 0, em gol assinalado por um ídolo da torcida atleticana – Alex Mineiro.

Na primeira etapa a equipe rubro-negra criou poucas oportunidades de gol. Entretanto, a equipe, que não pôde contar com o volante Alan Bahia, suspenso, parecia estar motivada em busca da vitória. Logo no primeiro minuto o Atlético já teve um escanteio a seu favor, mas foi o time alviverde que teve a melhor oportunidade na etapa inicial. Aos 8 minutos, em cobrança de falta desviada com a cabeça pelo ex-atleticano Alex Mineiro, Vinicius foi obrigado a fazer uma grande defesa, no rebote Diego Souza chutou em cima do arqueiro do Atlético, que com a cabeça fez milagre e evitou o gol do time do Palmeiras.
Aos 20 minutos, o volante Valencia chuta e a bola sobra nos pés de Wallyson, ele bate forte e marca o gol, que é equivocadamente anulado pelo auxiliar Fabio Araújo.

A expulsão e a derrota

Na segunda etapa, as duas equipes voltaram com a mesma formação. Logo aos 4 minutos, Piauí bate falta e assusta o goleiro Marcos, mas logo em seguida o Palmeiras abre o placar. Em jogada de Kleber, a bola sobra para Diego Souza, ele toca para Alex Mineiro que, com o gol aberto, manda a bola para as redes de Vinicius.

Com 12 minutos da etapa final, o árbitro Giulliano Bozano expulsa Alex Fraga, que já tinha cartão amarelo, após o jogador do Furacão fazer falta em Kleber. Daí para frente, a equipe do Palestra Itália teve várias chances para decidir o jogo.

Aos 17 minutos, o meio-campista Jumar, que entrara no lugar de Denilson, chuta cruzado e Vinicius é obrigado a defender com o pé, evitando o segundo gol palmeirense.
A equipe palmeirense continuava pressionando e, em chute forte de Leo Lima, o placar quase é ampliado, não fosse a boa defesa do arqueiro rubro-negro.

As alterações do treinador do Atlético não surtiram efeito. A entrada de Bolivia no lugar de Wallyson, e Pimba no lugar de Irênio, não foram o suficiente para a equipe do Atlético empatar a partida. A jogada mais perigosa aconteceu em cobrança de falta de Netinho, que quase pegou o goleiro Marcos desprevenido.

No final da partida, após Roberto Fernandes ter promovido a entrada de Rogerinho, que substituiu o meia Netinho, a equipe pressionou o Palmeiras. Em duas oportunidades o atacante Marcelo Ramos poderia ter empatado a partida. Aos 26 minutos, depois de cruzamento pela esquerda e aos 39, após bom cruzamento de Piauí.

O atacante Kleber, do Palmeiras, mostrou que sua fama de mau garoto é verdadeira. Aos 43 minutos, após perceber que não alcançaria a bola, o avante alviverde deu um carrinho por trás em Valencia e foi expulso do jogo.

O Atlético volta a campo no próximo domingo, contra a equipe do Goiás, na Arena da Baixada.

%ficha=638%



Últimas Notícias