1 jun 2008 - 20h38

Roberto Fernandes insiste na necessidade de reforços

O técnico Roberto Fernandes concedeu entrevista coletiva após a derrota do Atlético para o Palmeiras por 1 a 0 na noite deste domingo, em São Paulo. Mesmo tentando ser discreto ao tocar no assunto, o treinador deixou claro que a equipe rubro-negra precisa de reforços para fazer uma boa campanha no Campeonato Brasileiro. Fernandes gostou da vibração da equipe nos minutos finais e observou que o time foi mais ofensivo em relação ao que vinha sendo nos últimos jogos. Mesmo assim, afirmou que o rendimento ainda está longe do que ele espera.

Nesse ponto, Roberto disse que a equipe está jogando no limite e agora, para melhorar, é preciso buscar reforços para as posições mais carentes. Perguntado sobre os setores que mais precisam de reforços, o técnico se recusou a responder por entender que isso causará um problema interno com os jogadores. Mas disse que em futebol não há segredos e que a torcida sabe quais são as posições que precisam de jogadores. Nas conversas entre torcedores, os jogadores mais criticados são do ataque, meio-campo ofensivo e lateral-esquerda.

"Tem coisas que não é só conversar. Tem coisas que quando chega no máximo do atleta você precisa ir buscar", disse Roberto Fernandes, referindo-se à necessidade de o clube contratar jogadores. "Enquanto eles não chegam, eu não vou ficar reclamando, vou trabalhando com o que eu tenho", completou. Confira a entrevista completa:

VIBRAÇÃO
"A equipe tem de ser mais vibrante no aquecimento, na hora de entrar em campo, no treinamento. Para que isso aí seja o reflexo na hora do jogo. Você não vai ter em campo o que você não tem no dia-a-dia de trabalho. Eles mostraram hoje que eles têm isso, mas tem de entrar em campo já dessa forma."

ERRO DA ARBITRAGEM NO GOL DE WALLYSON
"O Atlético colocou a bola na rede de forma legal e a arbitragem invalidou."

EXPULSÃO DE ALEX FRAGA
"Prejudicou totalmente. Vimos que não era um lance sequer para cartão. Lances iguais a esse tiveram muitos. O que eu achei estranho é que nossa defesa foi amarelada no primeiro tempo. Isso é complicado."

NECESSIDADE DE VENCER O PRÓXIMO JOGO
"Pela minha filosofia de trabalho, não vai ser um peso a mais. Desde que eu assumi, eles [jogadores] sabem que ganhar em casa é obrigação. [O adversário] Pode ser o Liverpool, mas vencer na Arena é obrigação."

CONTRATAÇÕES
"Buscar o atleta não depende do treinador. Vamos ter uma reunião essa semana com a diretoria de futebol. Agora, é preciso deixar claro para o torcedor que não é o treinador que contrata. Ele no máximo indica. Então, esse processo de contratação foge da nossa alçada."

REFORÇOS
"Tem coisas que não é só conversar. Tem coisas que quando chega no máximo do atleta você precisa ir buscar. O que eu mais ouço desde que eu cheguei é que a equipe precisa de reforços. Enquanto eles não chegam, eu não vou ficar reclamando, vou trabalhando com o que eu tenho. Vamos ter uma reunião essa semana e vamos ver o que se chega alguém. Mesmo assim, estou tentando montar a equipe mais ofensiva com o que eu tenho. Terminamos o jogo mesmo com um a menos com o Bolívia, o Marcelo, o Rogerinho e o Pimba."

POSIÇÕES CARENTES
"Posição é a mesma coisa que falar em nome. Futebol não tem fórmula mirabolante. Futebol é um feijão com arroz bem temperado. É uma coisa simples. Vocês da imprensa e o próprio torcedor sabem onde a gente está mais carente. Vamos trabalhar em cima dessas situações. Não adianta eu falar que preciso de goleiro e se não chegar um goleiro até domingo, como é que eu faço? O cara não vai correr para mim e para a torcida no domingo se eu falo um negócio desses. Então, esse é um assunto interno."

NÃO APROVEITAMENTO DE PEDRO OLDONI E KAIO
"Tudo vai depender em termos de relação. A gente sabe de algumas coisas, mas não adianta estar falando aqui porque futebol é complicado. O Pedro só fez um treino no time de cima quando eu resolvi poupar o Marcelo. Em nenhum momento ele figurou no time titular. E num jogo que a gente precisava de velocidade e mobilidade, acredito que as opções que escolhemos foram as melhores."



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Novo “Timoneiro”

Sim.. Estava na cara.. Eduardo Barros, apesar de muito promissor e ser Sim, um nome para treinar a equipe rubro negra.. Ainda estava “Cru” e…